Taiwan diz que empresas de chips estão em conformidade com os controles de exportação da Rússia

O Ministério da Economia disse estar seguindo o Acordo de Wassenaar sobre controles de exportação de armas e bens e tecnologias de dupla utilização

www.brasil247.com -


247, com Reuters - As empresas de semicondutores de Taiwan estão cumprindo os controles de exportação do governo para a Rússia, implementados como parte das sanções a Moscou pela ação militar na Ucrânia, disse o Ministério da Economia neste domingo.

Taiwan, que anunciou que estava se juntando às sanções internacionais contra a Rússia na sexta-feira, é um grande fabricante de chips, lar do maior fabricante de chips contratados do mundo e da empresa listada mais valiosa da Ásia, a TSMC.

O Ministério da Economia disse estar seguindo o Acordo de Wassenaar sobre controles de exportação de armas e bens e tecnologias de dupla utilização, assinado em 1996 por 42 países, para fiscalizar rigorosamente os produtos enviados à Rússia.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Os fabricantes nacionais de semicondutores também expressaram que cumprirão as leis e cooperarão estreitamente com as medidas do governo", acrescentou, sem dar mais detalhes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A TSMC disse na semana passada que cumpriria todas as regras de controle de exportação. Ele se recusou a fazer mais comentários no domingo.

Taiwan, reivindicada pela China como seu próprio território e, portanto, excluída da maioria dos órgãos e acordos internacionais, não é signatária do Acordo de Wassenaar.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mas o governo gosta de mostrar que é um membro responsável da comunidade internacional ao seguir medidas como as sanções das Nações Unidas à Coreia do Norte por seus mísseis e testes nucleares.

As exportações de Taiwan para a Rússia são mínimas.

Taiwan espera pouco impacto da guerra na Ucrânia no fornecimento de matérias-primas essenciais para semicondutores, disse o governo no sábado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email