Tempestades em Bangladesh matam quase 40 pessoas

Os corpos das vítimas foram encontrados por equipes de socorro e moradores depois da passagem das tempestades, que destruíram milhares de casas, plantações, árvores e postes elétricos

Os corpos das vítimas foram encontrados por equipes de socorro e moradores depois da passagem das tempestades, que destruíram milhares de casas, plantações, árvores e postes elétricos
Os corpos das vítimas foram encontrados por equipes de socorro e moradores depois da passagem das tempestades, que destruíram milhares de casas, plantações, árvores e postes elétricos (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Da Agência Lusa

Pelo menos 37 pessoas morreram em várias tempestades que castigaram Bangladesh durante o fim de semana, principalmente no Noroeste do país.

Os corpos das vítimas foram encontrados por equipes de socorro e moradores depois da passagem das tempestades, que destruíram milhares de casas, plantações, árvores e postes elétricos.

No distrito de Bogar (Norte), 19 pessoas morreram e mais de 100 ficaram feridas, disse um responsável distrital, Shafiqur Reza Biswas, à agência AFP. "As quedas de árvores ou de casas e paredes foram a principal causa de morte". Ele acrescentou que as autoridades enviaram ajuda de emergência para milhares de pessoas.

No distrito vizinho de Rajshahi, cinco pessoas morreram e 27 ficaram feridas.

As tempestades são frequentes em Bangladesh, no início do verão, que começa habitualmente na primeira semana de junho.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247