Terraplanistas fretam cruzeiro para ir até a 'beirada da Terra'

A Conferência Internacional da Terra Plana decidiu fretar um navio de cruzeiro no ano que vem com o absurdo propósito de chegar aos limites da Terra; os organizadores do cruzeiro advertem, portanto, que não garantem chegar ao muro, mas asseguram que os viajantes encontrarão "evidências" suficientes para dar a viagem como proveitosa; "Será 'a maior', mais audaz e melhor aventura já feita", alardeia o site da organização

Terraplanistas fretam cruzeiro para ir até a 'beirada da Terra'
Terraplanistas fretam cruzeiro para ir até a 'beirada da Terra'

247 - A Conferência Internacional da Terra Plana (FEIC, na sigla em inglês) decidiu fretar um navio de cruzeiro no ano que vem com o absurdo propósito de chegar aos limites da Terra. Segundo uma parte dos seguidores desta corrente, que defende que a Terra não é esférica, o planeta acaba num muro de gelo que nos separa do espaço exterior, aonde pretendem chegar nesse cruzeiro. Será "a maior, mais audaz e melhor aventura já feita", alardeia o site da organização. A reportagem é do El País. 

A FEIC anunciou o projeto em sua conferência anual, conforme noticiou o jornal britânico The Guardian. O ex-capitão naval Henk Keijer lembrou a esse jornal que todas as cartas náuticas e os sistemas de navegação foram desenvolvidos sob a premissa de que a Terra é esférica, a que navegação desse cruzeiro deverá ser "muito complicada" se a tripulação discordar disso.

"Os navios navegam baseando-se no princípio de que a Terra é redonda. As cartas náuticas são desenhadas com isso em mente: que a Terra é redonda", recorda o ex-capitão, acrescentando que os navios usam "um moderno sistema de navegação que se chama ECDIS, que proporciona uma grande melhora na segurança da navegação". A própria existência do GPS é outra prova de que a Terra é esférica, indica Keijer, já que o sistema se baseia em 24 satélites que orbitam a Terra. "Se fosse plana, três satélites seriam suficientes para proporcionar os dados", argumenta.

"Até onde sabemos, ninguém conseguiu ir muito além do muro de gelo e voltou para contar. O que sabemos é que ele cerca a Terra, serve para conter os oceanos e ajuda a nos proteger do que possa haver além dele", assegura a Flatpedia, a Wikipedia dos terraplanistas.

Os organizadores do cruzeiro advertem, portanto, que não garantem chegar ao muro, mas asseguram que os viajantes encontrarão "evidências" suficientes para dar a viagem como proveitosa. Além de navegar na beira do precipício, os terraplanistas poderão desfrutar de restaurantes e piscinas de ondas aptas para a prática do surfe. Não foi informado o custo de fretar o cruzeiro nem os preços dos camarotes. Questionada a respeito pelo The Guardian, a FEIC não respondeu.

Nos fóruns terraplanistas já foram publicadas fotos que "demonstram a existência desse muro". Na verdade, são grandes lâminas de gelo ártico que, ao se desprenderem de forma cada vez mais frequente devido ao aquecimento global, deixam grandes cortes verticais que se assemelham a muralhas.

A Sociedade da Terra Plana afirma que "as agências espaciais do mundo" conspiraram para falsificar "a viagem espacial e a exploração". "Provavelmente começou durante a Guerra Fria. A URSS e os Estados Unidos estavam obcecados em serem os melhores quanto a chegarem ao espaço, a tal ponto que cada um fingia seus feitos numa tentativa de seguir o ritmo dos supostos feitos do rival", afirmam.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247