Turquia resgata 57 refugiados retidos em ilha no Mar Egeu

Migrantes tentavam chegar à ilha grega de Lesbos, mas o barco em que seguiam teve problemas, depois de terem deixado a estância balnear de Dikili, na província de Izmir, na costa turca do Mar Egeu; barco ficou retido na ilhota rochosa de Dikili; doze dos mais vulneráveis, incluindo três crianças, foram resgatados por helicópteros, enquanto 45 foram recolhidos por barcos de pesca, porque as embarcações da guarda costeira não conseguiram aproximar-se da ilha por serem maiores

Migrantes tentavam chegar à ilha grega de Lesbos, mas o barco em que seguiam teve problemas, depois de terem deixado a estância balnear de Dikili, na província de Izmir, na costa turca do Mar Egeu; barco ficou retido na ilhota rochosa de Dikili; doze dos mais vulneráveis, incluindo três crianças, foram resgatados por helicópteros, enquanto 45 foram recolhidos por barcos de pesca, porque as embarcações da guarda costeira não conseguiram aproximar-se da ilha por serem maiores
Migrantes tentavam chegar à ilha grega de Lesbos, mas o barco em que seguiam teve problemas, depois de terem deixado a estância balnear de Dikili, na província de Izmir, na costa turca do Mar Egeu; barco ficou retido na ilhota rochosa de Dikili; doze dos mais vulneráveis, incluindo três crianças, foram resgatados por helicópteros, enquanto 45 foram recolhidos por barcos de pesca, porque as embarcações da guarda costeira não conseguiram aproximar-se da ilha por serem maiores (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Brasil - A guarda costeira turca resgatou 57 migrantes que tentavam chegar à Grécia pelo mar depois de terem ficado presos numa pequena ilha rochosa no Mar Egeu, informou neste domingo (3) a agência oficial turca Anatólia.

Os migrantes tentavam chegar à ilha grega de Lesbos, mas o barco em que seguiam teve problemas, depois de terem deixado a estância balnear de Dikili, na província de Izmir, na costa turca do Mar Egeu.

O barco ficou retido na ilhota rochosa de Dikili. Doze dos mais vulneráveis, incluindo três crianças, foram resgatados por helicópteros, enquanto 45 foram recolhidos por barcos de pesca, porque as embarcações da guarda costeira não conseguiram aproximar-se da ilha por serem maiores.

Depois, foram transportados para o porto de Dikili, acrescentou a agência. A Turquia, onde vivem cerca de 2,2 milhões de refugiados da guerra civil síria, tornou-se um centro para os migrantes que procuram alcançar a Europa, muitos dos quais pagam a traficantes de seres humanos milhares de dólares para uma travessia arriscada.

A agência da Organização Nacional Unidas para os refugiados e a Organização Internacional para as Migrações estimam que mais de 1 milhão de imigrantes e refugiados chegaram à Europa em 2015, a maioria deles pelo mar.

A maioria destas pessoas – mais de 800 mil – foi para a Grécia, de acordo com as organizações.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247