Ucrânia alega que os EUA preparam "plano para destruir" frota russa do Mar Negro, mas Pentágono nega

"Posso dizer definitivamente que não é verdade", disse o porta-voz do Departamento de Defesa dos EUA, John Kirby

www.brasil247.com - John Kirby
John Kirby (Foto: Erin A. Kirk-Cuomo / Divulgação)


RT - O porta-voz do Departamento de Defesa dos EUA, John Kirby, disse sexta-feira que Washington não tem planos de destruir a frota russa do Mar Negro.

A declaração vem depois que o assessor do Ministro do Interior ucraniano Anton Geraschenko escreveu em seu Twitter que "os EUA estão preparando um plano para destruir a Frota do Mar Negro". "O trabalho eficaz dos ucranianos contra navios militares russos convenceu os EUA a preparar um plano para desbloquear os portos ucranianos. Estão sendo discutidos os suprimentos de poderosas armas anti-navio (Harpoon e Naval Strike Missile com alcance de 250-300 quilômetros)", disse ele.

Ele também se referiu a um artigo da Reuters, que noticiou na sexta-feira, citando autoridades, que os EUA estão trabalhando para entregar mísseis avançados anti-navio à Ucrânia "para ajudar a derrotar o bloqueio naval da Rússia". A agência disse que os mísseis Harpoon e Naval Strike Missile estão "sob consideração ativa para embarque direto para a Ucrânia ou através de uma transferência de um aliado europeu que tenha os mísseis".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Kirby foi questionado sobre o posto de Geraschenko na mídia social durante uma coletiva de imprensa. "Posso dizer definitivamente que não é verdade", respondeu ele, acrescentando que "não há mudanças [...] na postura marítima no Mar Negro".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Perguntado se Washington planeja fornecer a Kiev armas anti-navio, o porta-voz disse que eles estão em negociações com os ucranianos "todos os dias". "E quando temos decisões, viemos aqui e emitimos um comunicado de imprensa e lhes contamos sobre isso", disse ele.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Departamento de Defesa dos EUA disse na quinta-feira que autorizou outro pacote de ajuda militar de US$ 100 milhões à Ucrânia depois que o Presidente Joe Biden assinou um memorando sobre a alocação de assistência adicional a Kiev.

O porta-voz do Pentágono disse em uma declaração que "as capacidades deste pacote são adaptadas para atender às necessidades críticas da Ucrânia" e incluem 18 howitzers de 155 milímetros e 18 veículos táticos para rebocá-los, bem como três radares contra-artilharia AN/TPQ-36 e equipamentos de campo e peças de reposição.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email