Ucrânia diz que Irã pediu desculpas e promete punição por avião abatido

O presidente do Irã, Hassan Rouhani, pediu desculpas ao povo ucraniano pela derrubada do avião da Ukraine International Airlines. Conforme a versão ucraniana para o diálogo entre os presidentes, o Irã trabalha com o objetivo de repatriar os corpos dos mortos no acidente até 19 de janeiro e concorda em pagar indenizações à Ucrânia

(Foto: Esq.: Reuters / Dir.: Wana News Agency)

247 - O presidente do Irã, Hassan Rouhani, pediu neste sábado (11) desculpas ao povo ucraniano pela derrubada do avião da Ukraine International Airlines ocorrido na última quarta-feira (8), informou a CNN. Segundo comunicado divulgado por autoridades de Kiev sobre a telefonema de Rouhani para o premiê ucraniano, Volodomyr Zelensky, o líder iraniano prometeu buscar os culpados pela tragédia. O Boeing 737 da Ukraine International Airlines caiu e atingiu o chão em Teerã, deixando 176 mortos. 

"Hassan Rouhani expressou suas condolências ao povo ucraniano e às famílias dos mortos como resultado da queda do voo PS752 da Ukraine International Airlines. Ele fez um pedido de desculpas em nome do Irã pela tragédia que custou 176 vidas", diz o texto.

"O líder da República Islâmica do Irã disse reconhecer completamente que a tragédia se deveu a ações erradas dos militares de seu país. Segundo Teerã, todos os envolvidos na derrubada do avião serão responsabilizados", informou o comunicado ucraniano sobre o contato entre o líder do Irã e da Ucrânia, segundo a CNN.

Conforme a versão ucraniana para o diálogo entre os presidentes, o Irã trabalha com o objetivo de repatriar os corpos dos mortos no acidente até 19 de janeiro e concorda em pagar indenizações à Ucrânia.


Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247