União Europeia prorroga sanções contra a Rússia por 6 meses

Os líderes da União Europeia (UE) chegaram a um acordo nesta quinta-feira para estender por seis meses as sanções econômicas impostas à Rússia acusada de promover o "separatismo" no Leste da Ucrânia

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A liderança da União Europeia, reunida em Bruxelas, sede do bloco decidiramm prorrogar as sanções contra a Rússia. 

A chanceler alemã, Angela Merkel, e o rpesidente francês, Emmanuel Macron, se reuniram nesta semana em Paris para um encontro com os presidentes da Rússia e da Ucrânia, Vladimir Putin e Vladimir Zelenski, respectivamente, que se comprometeram a trabalhar para que o cessar-fogo no Leste da Ucrânia pudesse ser plenamente respeitado e todos os prisioneiros trocados antes do final do ano.

Por enquanto, porém, o acordo de Minsk ainda não foi aplicado plenamente. Por essa razão, os dirigentes apoiaram a prorrogação das punições — que, a princípio, expirariam em 31 de Janeiro — até a data-limite para o Conselho da União Europeia formalizar o acordo político hoje adotado e publicar os atos jurídicos necessários para a renovação das medidas restritivas.

As sanções foram introduzidas pela UE em 31 de julho de 2014, inicialmente por um período de um ano, em resposta às medidas tomadas pela Rússia na Ucrânia. Os castigos foram reforçados em setembro desse ano e desde então vem sendo estendidas periodicamente.

As informações são da EFE

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247