Vazam na Colômbia fotos de Juan Guaidó com narcotraficantes e paramilitares

O deputado venezuelano de extrema direita Juan Guaidó, que se autoproclamou presidente do país com o apoio de Donald Trump e Bolsonaro, tirou fotos com lideranças narcoparamilitares colombianas e recebeu dos mesmos ajuda para cruzar a fronteira de seu país com a Colômbia em fevereiro, segundo denúncias da Fundação Progresso no Norte de Santander (Colômbia).

(Foto: REUTERS/Luisa Gonzalez)

Sputnik - O deputado venezuelano de extrema direita Juan Guaidó, que se autoproclamou presidente do país com o apoio de Donald Trump e Bolsonaro, tirou fotos com lideranças narcoparamilitares colombianas e recebeu dos mesmos ajuda para cruzar a fronteira de seu país com a Colômbia em fevereiro, segundo denúncias da Fundação Progresso no Norte de Santander (Colômbia). 

As fotos se tornaram públicas mediante a denúncia de Wilfredo Cañizares, ativista e líder da Fundação Progresso no Norte de Santander (FPNS), organização não governamental colombiana de direitos humanos. 

Segundo Cañizares, a misteriosa passagem de Guaidó da Venezuela para a Colômbia foi feita com a ajuda de criminosos colombianos.  Na ocasião, Juan Guaidó foi para o país vizinho para participar de um evento popular chamado Venezuela Aid Live, cujo o propósito era levar "ajuda humanitária" para a Venezuela a partir do território colombiano em fevereito deste ano. Guaidó havia sido proibido pela Justiça da Venezuela de atravessar a fronteira.  

Nas fotos publicadas no Twitter de Wilfredo, é possível ver Guaidó com Albeiro lobo Quintero, conhecido como Brother, e John Jairo Durán, conhecido como El Menor, ambos líderes da organização criminosa "Los Rastrojos". 

As fotos foram tiradas em 22 de fevereiro, um dia antes de Guaidó comparecer ao evento que ocorreu em Cúcuta, Colômbia.  Dissemos desde o primeiro dia que a entrada de Juan Guaidó em 23 de fevereiro na Colômbia foi coordenada com os Los Rastrojos. Aqui estão Brother armado e o segundo no comando do grupo paramilitar, El Menor, diz Wilfredo Cañizares no Twitter.  

Organização criminosa  

Supostamente Guaidó não sabia quem eram as pessoas que o ajudaram na travessia da fronteira. É o que diz Alberto Ravell, porta-voz de Juan Guaidó. 

"Los Rastrojos" é uma organização criminosa que lucra com o narcotráfico e o comércio ilegal de ouro na Colômbia, informou o portal Semana.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247