Venezuela abre ação criminal contra golpistas

A Suprema Corte da Venezuela abriu uma ação criminal contra sete políticos da oposição por traição e incitação à rebelião, informou a Corte em um comunicado

Venezuela abre ação criminal contra golpistas
Venezuela abre ação criminal contra golpistas (Foto: Sputinik)

Sputnik Brasil - A Suprema Corte da Venezuela abriu uma ação criminal contra sete políticos da oposição por traição e incitação à rebelião, informou a Corte em um comunicado.

A Suprema Corte disse em um comunicado que os políticos Henry Ramos Allup, Luis Florido, Marianela Magallanes, José Simón Calzadilla, Américo De Grazia, Richard Blanco e Andrés Velázquez foram acusados ​​pelo procurador-geral pelos supostos crimes de "traição, conspiração, instigação de insurreição, rebelião militar, conspiração para cometer um crime, usurpação de funções e incitação pública à desobediência".

Alguns dos políticos acusados estavam ao lado do líder da oposição Juan Guaidó durante a tentativa fracassada de golpe militar de 30 de abril em frente à Base Aérea Generalíssimo Francisco de Miranda.

A Suprema Corte aprovou um processo semelhante na semana passada contra o vice-presidente da Assembleia Nacional, Edgar Zambrano.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247