666 dias do governo Bolsonaro caem exatamente dois anos após sua eleição, lembra deputado

Alencar Santana Braga (PT-SP) lembrou que o governo chega aos 666 dias exatamente dois anos após a sua eleição, em 28 de outubro de 2018, e ainda fez alusão à superstição popular que relaciona o número “666” ao diabo

Alencar Santana Braga e Jair Bolsonaro
Alencar Santana Braga e Jair Bolsonaro (Foto: Câmara dos Deputados | Wilson Dias/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O deputado federal Alencar Santana Braga (PT-SP) lembrou, via Twitter, que o governo Bolsonaro chega aos 666 dias exatamente dois anos após a sua eleição, em 28 de outubro de 2018, e ainda ressaltou que a data é o Dia do Servidor Público. O petista ainda fez alusão à superstição popular que relaciona o número “666” ao diabo.

“A data que marca exatamente dois anos da eleição fraudada pelas #FakeNews de Jair Bolsonaro é também o 666º dia do seu governo e o Dia do Servidor Público. Parabéns aos servidores públicos que diariamente enfrentam esse governo do cão!”, registrou o parlamentar.

O petista citou declaração do teólogo Leonardo Boff, feita em julho passado, que apontou em Bolsonaro “características do Anticristo” pela forma como conduz o governo. “O país está sem direção nenhuma e é governado por alguém que tem as características do Anticristo”, disse Boff à época.

Ainda mencionando os 666 dias do governo Bolsonaro, Alencar criticou também o decreto do governo que abre as portas para a privatização do Sistema Único de Saúde (SUS). “Na véspera dos 666 dias de governo, Bolsonaro edita decreto que privatiza a saúde e pode condenar à morte ou à precarização da vida milhões de pessoas no Brasil. E no meio da maior pandemia da humanidade em mais de 100 anos!”, protestou.

 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247