Ação do PSDB no TSE avança e pode atingir Temer

Sigla de Aécio Neves considera os dados que vieram à tona com o envio das informações da Justiça Eleitoral ao STF como os mais consistentes das ações que move contra a campanha de Dilma Rousseff; o pedido é contra a chapa — logo, atinge Michel Temer; documentos apontam indícios de irregularidade sobre uma fornecedora, a DCO Informática Comércio e Serviços, que atuou no envio de mensagens durante as eleições e recebeu R$ 4,8 milhões

Sigla de Aécio Neves considera os dados que vieram à tona com o envio das informações da Justiça Eleitoral ao STF como os mais consistentes das ações que move contra a campanha de Dilma Rousseff; o pedido é contra a chapa — logo, atinge Michel Temer; documentos apontam indícios de irregularidade sobre uma fornecedora, a DCO Informática Comércio e Serviços, que atuou no envio de mensagens durante as eleições e recebeu R$ 4,8 milhões
Sigla de Aécio Neves considera os dados que vieram à tona com o envio das informações da Justiça Eleitoral ao STF como os mais consistentes das ações que move contra a campanha de Dilma Rousseff; o pedido é contra a chapa — logo, atinge Michel Temer; documentos apontam indícios de irregularidade sobre uma fornecedora, a DCO Informática Comércio e Serviços, que atuou no envio de mensagens durante as eleições e recebeu R$ 4,8 milhões (Foto: Roberta Namour)

247 – O PSDB considera os dados que vieram à tona com o envio das informações da Justiça Eleitoral ao STF como os mais consistentes das ações que move contra a campanha de Dilma Rousseff, segundo a colunista Natuza Nery.

O pedido é contra a chapa — logo, atinge Michel Temer, presidente interino.

Documentos apontam indícios de irregularidade sobre uma fornecedora, a DCO Informática Comércio e Serviços, que atuou no envio de mensagens durante as eleições e recebeu R$ 4,8 milhões.

Conheça a TV 247

Mais de Poder

Ao vivo na TV 247 Youtube 247