Ao lado do bispo Macedo, Dilma ajuda Russomano

Ao visitar o Centro de Mídia da Record, em Londres, a presidente Dilma Rousseff prometeu não interferir na sucessão municipal em São Paulo; Celso Russomano, candidato da Igreja Universal e do PRB, agradece; missão de Haddad fica mais difícil

Ao lado do bispo Macedo, Dilma ajuda Russomano
Ao lado do bispo Macedo, Dilma ajuda Russomano (Foto: Record_Folhapress)

247 – O que deveria ser apenas uma visita formal de uma autoridade brasileira ao centro de mídia da emissora de televisão que adquiriu os direitos de transmissão dos Jogos Olímpicos de 2012 acabou se transformando num ato político. Em Londres, na visita ao centro de mídia da Record, Dilma recebeu juras de amor dos dirigentes do PRB, partido ligado à Igreja Universal, ao qual Celso Russomano é filiado, e prometeu não interferir na disputa municipal em São Paulo.

Foi a melhor notícia que Russomano, em empate técnico com José Serra na liderança do Datafolha, poderia receber. Dias atrás, numa negociação intermediada pelo prefeito Gilberto Kassab, Serra e Russomano firmaram um pacto de não agressão – o que cria um muro de contenção em relação a Fernando Haddad, candidato do PT. Lula, principal cabo eleitoral do PT, não poderá participar da campanha de rua, em razão de limitações médicas, e fará apenas inserções na televisão. Se Dilma se mantiver neutra, as chances de que Russomano chegue ao segundo turno crescem significativamente.

Em Londres, Dilma se reuniu com Edir Macedo, com o presidente da Record, Alexandre Raposo, e com representantes do PRB, como o presidente da sigla, Marcos Pereira, a quem disse que não irá interferir na disputa municipal. No Datafolha, Serra aparece com 30%, Russomano tem 26% e Haddad conquistou, até agora, 7% das intenções de voto. A margem de erro é de três pontos percentuais.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247