Após apoiar o golpe, Marina se espanta com gravidade do que ocorre no País

Pré-candidata à presidência pela Rede, Marina Silva, que apoiou Aécio Neves no segundo turno em 2014 e o golpe parlamentar que tirou a presidente legítima Dilma Rousseff do poder, se espanta, em vídeo divulgado nas redes, com os 13 milhões de desempregados no Brasil e com o "assalto à esperança que foi praticado"; assista

Pré-candidata à presidência pela Rede, Marina Silva, que apoiou Aécio Neves no segundo turno em 2014 e o golpe parlamentar que tirou a presidente legítima Dilma Rousseff do poder, se espanta, em vídeo divulgado nas redes, com os 13 milhões de desempregados no Brasil e com o "assalto à esperança que foi praticado"; assista
Pré-candidata à presidência pela Rede, Marina Silva, que apoiou Aécio Neves no segundo turno em 2014 e o golpe parlamentar que tirou a presidente legítima Dilma Rousseff do poder, se espanta, em vídeo divulgado nas redes, com os 13 milhões de desempregados no Brasil e com o "assalto à esperança que foi praticado"; assista (Foto: Gisele Federicce)

247 - A pré-candidata à presidência pela Rede, Marina Silva, divulgou um vídeo nas redes sociais neste sábado 30 em que demonstra espanto com os 13 milhões de desempregados e a gravidade da situação em que se encontra o Brasil.

Marina apoiou o senador Aécio Neves (PSDB-MG) no segundo turno das eleições de 2014, posteriormente flagrado pedindo propina de R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista, da JBS, e apoiou o golpe articulado pelo tucano para tirar a presidente legítima Dilma Rousseff do poder.

"O que está acontecendo no Brasil é tão grave que ou a gente faz a viragem agora ou todos nos tornaremos coniventes desse assalto à esperança que foi praticado", diz Marina. Assista:

Conheça a TV 247

Mais de Poder

Ao vivo na TV 247 Youtube 247