Barroso comete gafe e chama Barbosa de “negro de primeira linha”

O ministro do Supremo Luís Roberto Barroso cometeu uma gafe durante a cerimônia e aposição do retrato de Joaquim Barbosa na galeria de ex-presidentes do STF na quarta-feira; em uma tentativa de elogio, Barroso fez um discurso em que afirmou que Barbosa era "negro de primeira linha"; anteriormente sorridente, o semblante de Barbosa mudou após a declaração do ministro

Joaquim Barbosa e Barroso
Joaquim Barbosa e Barroso (Foto: Giuliana Miranda)

247 - Joaquim Barbosa, ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), participou de cerimônia de aposição de seu retrato na galeria de ex-presidentes da Corte nesta quarta-feira. Sorridente, abraçou o ministro Ricardo Lewandovski, que também teve a foto inaugurada e com quem trocou duras farpas e ofensas ao longo do julgamento do mensalão.

O semblante de Barbosa mudou quando o ministro Luís Roberto Barroso falou, na tentativa de fazer um elogio e na verdade cometendo uma gafe, que o ex-ministro era um "negro de primeira linha", durante discurso na cerimônia.

As informações são de reportagem de Renata Mariz em O Globo.

"'A universidade (Uerj) teve o prazer e a honra de receber um professor negro, um negro de primeira linha vindo de um doutorado de Paris', disse Barroso, em trecho do discurso sobre a trajetória de Barbosa.

Questionado pelo GLOBO sobre a declaração de Barroso, Joaquim Barbosa disse que não ia comentar.

A expressão virou motivo de piada entre militantes da causa negra que estavam presentes à cerimônia. Em tom de brincadeira, mas também de reprovação, eles diziam que se o ex-presidente da Corte era de "primeira linha", eles seriam de quarta, quinta ou mais."

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247