Bolsonaro reassume o poder, mas não pode receber pessoas, nem falar com ninguém

O Brasil vive uma situação inusitada: por puro apego ao cargo, Jair Bolsonaro decidiu reassumir a presidência porque tem medo de que seu vice, Hamilton Mourão, se saia melhor que ele à frente do governo; na prática, porém, o Brasil está sem comando, uma vez que ele não pode falar nem receber qualquer visita; ou seja: o piloto sumiu

Bolsonaro reassume o poder, mas não pode receber pessoas, nem falar com ninguém
Bolsonaro reassume o poder, mas não pode receber pessoas, nem falar com ninguém (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 com Agência Brasil - O Brasil vive uma situação inusitada; um presidente da República que está no exercício do cargo mas não pode receber pessoas nem falar com ninguém. Por puro apego ao cargo, Jair Bolsonaro decidiu reassumir a Presidência dois dias depois da cirurgia a que se submeteu na segunda-feira (28), porque tem medo de que seu vice, Hamilton Mourão, se saia melhor que ele à frente do governo; na prática, porém, o Brasil está sem comando.

Leia a notícia da agência oficial, a EBC - Agência Brasil

O encontro previsto para hoje (31), em São Paulo, entre o presidente Jair Bolsonaro e três ministros foi desmarcado, informou a assessoria do Palácio do Planalto. Bolsonaro, que está internado no Hospital Albert Einstein, na capital paulista, recebeu ordens médicas para evitar falar devido à possibilidade de que gases entrem em sua cavidade abdominal, o que poderia provocar dores e dificuldade na cicatrização.

Ontem, o vice-presidente Hamilton Mourão havia informado que o presidente se encontraria com os ministros do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e de Minas e Energia, Bento Albuquerque. O assunto seria o desastre causado pelo rompimento da barragem Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, nos arredores de Belo Horizonte.

Nessa quarta-feira (30), Bolsonaro reassumiu o exercício da Presidência, mas não recebeu autoridades, nem despachou. Segundo a agenda oficial divulgada à imprensa, hoje está previsto o início dos despachos às 13h30. O Hospital Albert Einstein também limitou a publicação de boletins médicos a um por dia, sempre no fim da tarde.

Bolsonaro se recupera, no Hospital Albert Einstein, da cirugia realizada na segunda-feira (28), que durou sete horas e reconstruiu o seu trânsito intestinal. Ele deixou nessa quarta-feira a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e já está no quarto.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247