Centrão já aposta em segundo turno entre Alckmin e o PT

Após o bloco partidário - DEM, PP, PR, PRB e Solidariedade - oficializar apoio ao presidenciável do PSDB, Geraldo Alckmin, os membros das cinco legendas, que formam o "centrão", veem um segundo turno mais provável com o presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB) no páreo; difícil será o tucano defender a agenda golpista, sem respaldo popular

Centrão já aposta em segundo turno entre Alckmin e o PT
Centrão já aposta em segundo turno entre Alckmin e o PT (Foto: Esq.: Ascom-SP / Dir.: Rafael Ribeiro)

247 - Integrantes do chamado "centrão" apostam que um candidato indicado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso em Curitiba (PR), chegará a um segundo turno, de acordo com informação divulgada nesta sexta-feira (27) pela coluna da Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo.

Depois que o bloco partidário - DEM, PP, PR, PRB e Solidariedade - oficializou apoio ao presidenciável do PSDB, Geraldo Alckmin, os membros das cinco legendas, que formam o "centrão", veem um segundo turno mais provável com o tucano no páreo.

Outra notícia que pode beneficiar Alckmin é que o PSB estaria cogitando lançar candidatura própria e, por consequência, deixar Ciro Gomes (PDT) com menos tempo de TV. A aposta da sigla pessebista é a secretária de Planejamento do governo do Distrito Federal, Leany Lemos, como candidata do partido ao Planalto, segundo o Valor. 

Se Leany for lançada, Ciro deixará de acrescentar 47 segundos de tempo de TV em cada bloco do horário eleitoral gratuito (o PDT tem apenas 28 segundos) e perderá o apoio dos 26 deputados federais e quatro senadores do PSB.

Conheça a TV 247

Mais de Poder

Ao vivo na TV 247 Youtube 247