Com ministro da Justiça no escândalo da carne, Temer convida diplomatas a churrascaria

Em uma reunião com embaixadores de países importadores de carne brasileira para minimizar os efeitos da Operação Carne Fraca, Michel Temer disse que está montando uma força-tarefa para fiscalizar os frigoríficos e empresas investigadas na Operação da Polícia Federal e convidou os representantes dos países estrangeiros a irem a uma churrascaria para comer a carne produzida no país; "Quero convidar a todos para que nos possamos sair daqui, quem puder aceitar ao convite, vamos todos a uma churrascaria para comer a carne brasileira", disse; ele, porém, evitou tocar no assunto de que o ministro da Justiça, Oscar Serraglio, foi flagrado em um grampo telefônico buscando informações sobre uma fiscalização em um dos frigoríficos investigados

Michel Temer faz reunião de emergência para discutir Operação Carne Fraca
Michel Temer faz reunião de emergência para discutir Operação Carne Fraca (Foto: Paulo Emílio)

247 - Em uma reunião com embaixadores de países importadores de carne brasileira para minimizar os efeitos da Operação Carne Fraca, Michel Temer disse que está montando uma força-tarefa para fiscalizar os frigoríficos e empresas investigadas na Operação da Polícia Federal e convidou os representantes dos países estrangeiros a irem a uma churrascaria para comer a carne produzida no país.

"Quero fazer um comunicado aos senhores que, naturalmente, peço que transmitam aos seus governantes. Nós tomamos várias deliberações no dia de hoje. A primeira delas é que decidiu-se acelerar o processo de auditoria nos estabelecimentos citados na investigação da Polícia Federal que são, na verdade, 21 unidades no total. Três dessas unidades foram suspensas e todas as 21 serão imediatamente colocadas sob regime especial de fiscalização a ser conduzida por força-tarefa do Ministério da Agricultura" afirmou Temer.

"Vale ressaltar que das 11 mil empresas fiscalizadas, apenas 33 estão sendo investigadas", destacou Temer. Ele porém evitou tocar no assunto, que o ministro da Justiça, Oscar Serraglio, foi flagrado em um grampo telefônico, no ano passado, pela Polícia Federal buscando informações sobre uma fiscalização em um dos frigoríficos investigados.

Ao término do encontro ele convidou os embaixadores a irem a uma churrascaria. "Eu quero convidar a todos para que nos possamos sair daqui, quem puder aceitar ao convite, vamos todos a uma churrascaria para comer a carne brasileira", disse.

Antes da  reunião com os embaixadores, ele reuniu-se com os ministro da Agricultura, Blairo Maggi, e representantes do setor para discutir os efeitos da Carne Fraca.

 

Brasil 247 lança concurso de contos sobre a quarentena do coronavírus. Participe do concurso

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247