Cúpula do PMDB considera carta de Temer “infantil”

Integrantes da alta cúpula do partido chegaram a questionar até a autenticidade do texto, considerado por eles "infantil" e "primário"; notícia da carta divulgada pelo vice-presidente, Michel Temer, à presidente Dilma chegou ontem à noite aos peemedebistas, que participavam de diferentes jantares em Brasília

 MichelTemer
 MichelTemer (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Integrantes da cúpula do PMDB consideraram "infantil" e "primário" o conteúdo da carta escrita pelo vice-presidente, Michel Temer, à presidente Dilma Rousseff.

Segundo reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, alguns peemedebistas chegaram a questionar até a autenticidade do texto, que foi "vazado" na noite de ontem ao jornalista Jorge Bastos Moreno, do Globo.

A notícia sobre a carta chegou na noite desta segunda-feira aos peemedebistas, que participavam de diferentes jantares em Brasília. Os peemedebistas teriam ficado "atônitos" com o texto.

Um deles chegou a colocar em questão a capacidade de Temer vir um dia a assumir a presidência, caso haja impeachment. "Alguém que tiver um mínimo de maturidade, depois de uma carta daquela vai acreditar que o Michel pode presidir o Brasil?", questionou ao jornal, após jantar promovido pelo líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira, onde estavam o líder na Câmara, Leonardo Picciani (RJ), e ministros do partido.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247