Denúncia contra senador Valdir Raupp vai para o STF

Senador do PMDB de Rondônia é acusado de ter recebido R$ 500 mil em propina de construtora Queiroz Galvão , em 2010, por meio de doação eleitoral ao diretório do PMDB em Rondônia; o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF, liberou a denúncia feita por Rodrigo Janot para ser julgada no Supremo

Senador Valdir Raupp (PMDB-RO) durante instalação dos trabalhos e eleição do presidente e vice-presidente da Subcomissão Permanente de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano
Senador Valdir Raupp (PMDB-RO) durante instalação dos trabalhos e eleição do presidente e vice-presidente da Subcomissão Permanente de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano (Foto: Gisele Federicce)

247 - A denúncia do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, contra o senador Valdir Raupp (PMDB-RO) foi liberada pelo ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, para ser julgada na corte.

O senador é acusado de ter recebido R$ 500 mil em propina de construtora Queiroz Galvão, em 2010, por meio de doação eleitoral ao diretório do PMDB em Rondônia. Ele rebate as acusações e acusa o PGR de promover uma "criminalização de contribuição oficial de campanha".

A Segunda Turma do STF - formada pelos ministros Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Celso Mello - decidirá se a denúncia contra o senador será aceita, tornando-o réu ou não. A data do julgamento deve ser marcada em breve.

Conheça a TV 247

Mais de Poder

Ao vivo na TV 247 Youtube 247