Deputado pede que TCU investigue presidência por contratar sem licitação empresa com sócio investigado pela PF

"É necessária a investigação desse tipo de relação do governo. Todas as contratações suspeitas precisam ser acompanhadas, isso pode acabar revelando outras questões", explica o deputado David Miranda (PSOL) que entrou com a solicitação

(Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247- O deputado federal David Miranda (PSOL-RJ) protocolou uma denúncia no Tribunal de Contas da União (TCU) investigue a contratação, pelo governo federal e sem licitação, da empresa Ayres Serviços de Informação, para "a prestação de serviços técnicos de manutenção da plataforma Pátria Voluntária". A informação é da jornalista Mônica Bergamo, em sua coluna no jornal Folha de S.Paulo; 

O valor do contrato, divulgado no Diário Oficial da União, é de R$ 359.502,00. A empresa tem como sócio Bruno Ricardo Costa Ayres. Na ação, Miranda cita reportagem que informa que Ayres foi ouvido pela Polícia Federal em outubro do ano passado "nos autos do inquérito que investigou a organização e o financiamento de protestos contra o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal".

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email