Dilma se reúne com senadores para discutir novas eleições

Dilma Rousseff participa, nesta terça-feira (14), de uma reunião com representantes de movimentos sociais e senadores que discutirá a proposta de realização de uma consulta popular sobre a convocação de novas eleições; na semana passada, ela defendeu a proposta de realizar um plebiscito sobre o assunto caso consiga reverter o processos de impeachment

Brasília - DF, 04/05/2016. Presidenta Dilma Rousseff durante entrevista para BBC Londres no Palácio do Planalto. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR
Brasília - DF, 04/05/2016. Presidenta Dilma Rousseff durante entrevista para BBC Londres no Palácio do Planalto. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR (Foto: Paulo Emílio)

247 - A presidente eleita Dilma Rousseff participa, nesta terça-feira (14), de uma reunião com representantes de movimentos sociais e senadores que discutirá a proposta de da realização de uma consulta popular sobre a convocação de novas eleições.

O objetivo é aproveitar a fragilidade do governo do presidente interino Michel Temer decorrente da queda de dois ministros em menos de 30 dias e da crise resultante dos pedidos de prisão contra membros da cúpula do PMDB incluindo o senador e ex-ministro Romero Jucá (PMDB-RR) e o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) para conquistar votos de parlamentares indecisos ou favoráveis ao impeachment, além de da realização do plebiscito sobre a anteipaçõa das eleições.

Na última quinta-feira, Dilma admitiu em uma entrevista à TV Brasil a possibilidade de realizar um plebiscito sobre o assunto caso consiga reverter o processos de impeachment. A avaliação é que, agora, com os pedidos de prisão e a possibilidade de diversos empreiteiros presos fecharem acordos de delação premiada no âmbito da Operação Lava Jato criou um ambiente favorável à discussão da tese de antecipação das eleições.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247