Dodge pede que PF investigue empresas que disseminaram fake news

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, requisitou à Polícia Federal a instauração de inquérito para investigar as empresas que disseminaram em massa notícias falsas contra o candidato Fernando Haddad pelo Whatsapp; pedido foi em ofício enviado na noite desta sexta-feira (19) ao ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann

Dodge pede que PF investigue empresas que disseminaram fake news
Dodge pede que PF investigue empresas que disseminaram fake news (Foto: TSE/Reprodução)

Jornal do Brasil - A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, requisitou à Polícia Federal (PF) a instauração de inquérito para apurar se empresas de tecnologia da informação têm disseminado, de forma estruturada, mensagens em redes sociais referentes aos dois candidatos que disputam o segundo turno das eleições para presidente da República. O pedido foi em ofício enviado na noite desta sexta-feira (19) ao ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann.

No documento, Raquel Dodge informa que os fatos mencionados em reportagens jornalísticas já motivaram a abertura de procedimento apuratório pela Procuradoria-Geral Eleitoral (PGE). Destaca ainda que o objetivo é verificar a existência de eventual utilização de esquema profissional por parte das campanhas, com o propósito de propagar notícias falsas.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247