Eduardo Campos: “Nunca fizemos jogo duplo”

Governador de Pernambuco garante que o seu partido, o PSB, no disputar a Presidncia da Repblica em 2014; o socialista, ao contrrio, assegura apoio, desde j, reeleio da presidente Dilma Rousseff (PT)

Eduardo Campos: “Nunca fizemos jogo duplo”
Eduardo Campos: “Nunca fizemos jogo duplo” (Foto: Roberto Stuckert Filho/PR)

Beatriz Braga_PE247 - Nada de outro pernambucano voltando à concorrência do executivo nacional após o término do primeiro mandato da presidente Dilma Rousseff (PT), em 2014. Pelo menos é o que garante o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), que rechaçou, ontem (8), em meio à visita da petista às obras da transposição do Rio São Francisco, no Estado, a especulação de que o seu partido estaria trabalhando uma alternativa à candidatura à reeleição da aliada. No caso, a postulação do próprio Campos – sempre apontado como potencial presidenciável.

“Fazemos parte deste projeto político e não é de hoje. Se o PSB entendesse que em 2014 era para ter candidato, o PSB sairia do governo. Nunca fizemos jogo duplo”, assegurou Eduardo Campos. O esclarecimento público do governador foi feito na coletiva de imprensa após “a dura” que Dilma conferiu aos empresários dos consórcios responsáveis pelas obras da transposição, pedindo mais fidelidade aos prazos estabelecidos no andamento das construções.

Com relação às eleições que estão mais próximas (as de outubro), a presidente, como esperado, se manteve fora do imbróglio em volta da disputa pelo executivo municipal do PT. No discurso do governador, a distância da presidente e os problemas que seu partido enfrenta, em Recife, foi reiterada.

Nesta quinta-feira (10), o socialista também acompanhará a agenda de Dilma, dessa vez para fiscalizar as obras da ferrovia Transnordestina, nas cidades Parnamirim, São José do Belmonte e Salgueiro, no interior de Pernambuco.

 


Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247