Eduardo Paes vê "salto alto" de Lula no Rio e põe Ciro Gomes para falar a seus secretários neste domingo

Prefeito do Rio de Janeiro, que fechou apoio do PSD ao candidato do PDT ao governo do estado, Rodrigo Neves, critica duramente Freixo (PSB) e o ex-presidente

www.brasil247.com -


247 – Em entrevista publicada no jornal Valor Econômico, do Grupo Globo, o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), promoveu um cavalo-de-pau nos elogios públicos que vinha trocando com o ex-presidente Lula (PT) e nas articulações políticas estaduais que pareciam caminhar para uma espécie de “pacto de não-agressão" entre os candidatos a governador do PDT, Rodrigo Neves, apoiado por Paes, e Marcelo Freixo (PSB), apoiado por Lula e pelo PT.

“O Lula não é um fator relevante para mim nesta eleição local aqui”, disse Paes, na entrevista, afirmando que o ex-presidente não é um cabo eleitoral determinante no Rio como é em estados do nordeste. “A posição tem sido: ‘Quero governo do Estado, Senado e Presidência da República e quem quiser vir que bata palma pra mim'. A postura do Lula, eu diria com certo salto alto no Rio de Janeiro, não é a de alguém que está buscando somar”, completou Paes. A entrevista do prefeito do Rio ao Valor Econômico será publicada na edição da segunda-feira, 7 de fevereiro.

Ataque de Paes a Lula antecede almoço do prefeito com Ciro Gomes

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Adversário de Rodrigo Neves, a quem Eduardo Paes apoiará junto com seu PSD e podendo indicar o advogado Felipe Santa Cruz, ex-presidente da OAB nacional a vice-governador ou ao Senado, o deputado Marcelo Freixo (PSB) também foi duramente criticado pelo prefeito carioca. “Freixo não tem qualquer experiência no Executivo. Como vai ajeitar a situação fiscal [do Estado] alguém que a vida inteira defendeu todo tipo de irresponsabilidade? Como vai atrair empresa alguém que a vida inteira disse que concessão e PPP é uma desgraça do capitalismo mundial? Como vai enfrentar o problema da violência alguém que defendeu a extinção da Polícia Militar?”, provoca o prefeito do Rio na entrevista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em entrevista ao programa Sua Excelência, O Fato, há uma semana (a íntegra pode ser assistida a partir de link no fim deste texto), o deputado do PSB admitiu as divergências políticas históricas com Eduardo Paes, mas adotou postura bem mais conciliatória. “Precisamos divergir na Democracia e estar juntos para derrotar o pior: Bolsonaro e o bolsonarismo”, disse Freixo.

O deputado André Ceciliano (PT), presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) e que deve integrar a chapa de Freixo como candidato ao Senado (portanto, como adversário direto do PSD de Paes na campanha), foi tratado polidamente na entrevista que terá sua íntegra publicada na próxima segunda-feira. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Paes falou também ao jornal do Grupo Globo que convidou o candidato a presidente do PDT, Ciro Gomes, para fazer uma palestra a seus secretários municipais. “A aliança regional com o PDT, caso nós estejamos liberados [pelo comando nacional do PSD], me aproxima da candidatura de Ciro”, disse ele. Depois da palestra de Ciro Gomes ao seu secretariado, Paes almoça com o candidato do PDT a presidente, na Gávea Pequena, residência oficial do prefeito do Rio, onde terão uma conversa política. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email