Enfraquecido, Guedes diz ter sido “enquadrado num regime de comunicação política”

Ministro da Economia, Paulo Guedes, justificou o seu afastamento do centro da articulação política do governo Jair Bolsonaro alegando estar sendo “enquadrado num regime de comunicação política”. "Meu recolhimento é só isso. Não é nada pessoal", completou

O ministro da Economia, Paulo Guedes
O ministro da Economia, Paulo Guedes (Foto: Wilson Dias/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro da Economia, Paulo Guedes, justificou o seu afastamento do centro da articulação política do governo Jair Bolsonaro alegando estar sendo “enquadrado num regime de comunicação política”. Ainda segundo Guedes, o seu afastamento deverá melhorar a comunicação do governo com Congresso Nacional. "Agora estou enquadrado  num regime de comunicação política", disse Guedes ao participar de um evento promovido pelo Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP) nesta quarta-feira (9).

"Meu recolhimento é só isso. Não é nada pessoal", disse mais à frente. Guedes também afirmou que agora está dormindo de forma mais tranquila, "porque agora temos eixo político".

Na semana passada, veio à público o desentendimento entre o ministro e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), em uma nova evidência do enfraquecimento de Guedes. Na ocasião, Maia afirmou que o diálogo com Guedes estava “encerrado” após o ministro proibir que técnicos da Câmara se reunissem com integrantes da equipe econômica para discutir pontos da reforma tributária, 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247