Furioso, Serra pede Lula no livros dos recordes

No Twitter, tucano (ou ex) divulga o texto da palestra que fez na conferência do PPS, que pode ser sua nova casa, como Mobilização Democrática; diz ele que Lula deveria estar no Guinness Book por quebrar a Petrobras, ter jogado fora os efeitos da bonança externa e ser o operário industrial que desindustrializa o País; também sobrou para a presidente Dilma; definitivamente, Serra voltou do "período de pausa" com a faca nos dentes

Furioso, Serra pede Lula no livros dos recordes
Furioso, Serra pede Lula no livros dos recordes
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Se fica ou não no PSDB, não se sabe, mas o fato é que o ex-governador José Serra definitivamente voltou com tudo de seu "período de pausa", como ele mesmo descreveu, no Twitter, ao voltar a tuitar e publicar textos em jornais, em março. Nesta quinta-feira, Serra, que pode estar de mudança para o Mobilização Solidária, disparou contra o ex-presidente Lula e a presidente Dilma Rousseff.

Em dois tuítes, ele revisitou seu discurso em conferência que o PPS promoveu em Brasília na semana passada. "O ex-presidente Lula merecia virar verbete no Guinness Book of Records. Com direito a pelo menos três prêmios", escreveu, complementando, com a indicação do mesmo link para os principais pontos de seu discurso: "Governo Dilma: dois anos de perplexidade diante da herança recebida, dois anos de campanha eleitoral!".

No texto postado em seu blog, Serra diz que "o ex-presidente Lula merecia virar verbete do Guinness Book of Records. Três prêmios". "O primeiro, por ter quebrado a maior empresa brasileira (...) Segundo, por ter jogado pela janela os efeitos da maior bonança externa que a economia brasileira já teve (...) O terceiro prêmio é impressionante e chocante: Lula trabalhou algo em torno de dez anos (não mais do que isso, é verdade) como operário industrial, chegou à presidência da República e promoveu a desindustrialização do país", descreve.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247