Furnas: Janot quer que Aécio preste depoimento em até 90 dias

Solicitação foi feita ao ministro Teori Zavascki, do STF, no documento em que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pede a abertura de inquérito contra o senador tucano por suspeita de recebimento de propina em Furnas; a denúncia tem como base a delação premiada do senador Delcídio Amaral (sem partido-MS)

Solicitação foi feita ao ministro Teori Zavascki, do STF, no documento em que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pede a abertura de inquérito contra o senador tucano por suspeita de recebimento de propina em Furnas; a denúncia tem como base a delação premiada do senador Delcídio Amaral (sem partido-MS)
Solicitação foi feita ao ministro Teori Zavascki, do STF, no documento em que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pede a abertura de inquérito contra o senador tucano por suspeita de recebimento de propina em Furnas; a denúncia tem como base a delação premiada do senador Delcídio Amaral (sem partido-MS) (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu que o senador Aécio Neves (PSDB), presidente nacional do PSDB, preste depoimento em até 90 dias sobre o esquema de corrupção que ocorria em Furnas.

A acusação de que Aécio comandava pagamentos de propina na estatal foi feita pelo senador Delcídio Amaral (sem partido-MS) em delação premiada e também por outros delatores da Operação Lava Jato, como o doleiro Alberto Youssef.

O pedido de Janot foi apresentado ao ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF). O magistrado ainda não respondeu à solicitação.

O chefe da PGR pediu ainda que sejam abertos inquéritos contra diversos políticos, entre eles duas investigações contra Aécio, sobre Furnas e sobre suposta adulteração de dados do Banco Rural para favorecer o PSDB em CPI no Congresso.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247