Gleisi: STF acaba de reconhecer que Moro atuou politicamente contra Lula em 2018

No julgamento do HC da defesa do ex-presidente Lula, o STF “reconheceu que Sergio Moro atuou politicamente em 2018 ao vazar ilegalmente delação de Palocci às vésperas da eleição”, disse a deputada e presidente do PT. “É oficial: Moro atuou para eleger Bolsonaro”, afirmou

Gleisi Hoffmann, Lula e Sérgio Moro
Gleisi Hoffmann, Lula e Sérgio Moro (Foto: Agência Senado - PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A deputada federal e presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann (PR), comentou via Twitter nesta terça-feira (4) o resultado do julgamento do Supremo Tribunal Federal, que concedeu duas vitórias à defesa do ex-presidente Lula, e constatou que a decisão comprova que Sergio Moro agiu politicamente contra Lula em 2018.

“O STF acaba de reconhecer, em julgamento de HC da defesa de Lula, que Sergio Moro atuou politicamente em 2018 ao vazar ilegalmente delação de Palocci às vésperas da eleição. É oficial: Moro atuou para eleger Bolsonaro”, postou Gleisi no Twitter.

Por 2 votos a 1, a Segunda Turma do STF decidiu que Lula poderá acessar todos os dados dos sistemas Drousys e MyWebDay, da Odebrecht, que interessem à defesa, e também retirou a delação do ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci de ação contra o petista.

Em um voto duro contra Moro, o ministro Ricardo Lewandowski questionou por que o ex-juiz da Lava Jato segurou a delação de Palocci por três meses e decidiu vazá-la uma semana antes da eleição presidencial de 2018.

Inscreva-se na TV 247 e assista ao Boletim 247 sobre o assunto:

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247