Globo já projeta segundo turno entre Haddad e Bolsonaro em 2022

Direita liberal, que promoveu o golpe de 2016 e que pariu Jair Bolsonaro, terá, mais uma vez, que decidir se opta pela social-democracia com inclusão social representada por Fernando Haddad ou se permanece abraçada ao fascismo

(Foto: Felipe L. Gonçalves/Brasil247 | ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O jornal Globo publica editorial nesta quinta-feira, em que aborda o resultado do julgamento no Supremo Tribunal Federal sobre as provas obtidas pela defesa do ex-presidente Lula e que demonstram a parcialidade do ex-juiz Sérgio Moro, antecipando também seu cenário político para 2022. Com a reabilitação progressiva de Lula, o Globo projeta um cenário de segundo turno entre Fernando Haddad e Jair Bolsonaro.

"O desdobramento político do caso ainda é incerto. Ainda que as condenações de Lula sejam anuladas, o mais provável é que a fartura de recursos protelatórios abra espaço a novos julgamentos. Lula já deu a entender que Fernando Haddad será o candidato do PT em 2022. Para Bolsonaro, o melhor cenário será um segundo turno contra um petista, como em 2018. Diante dos tropeços da oposição de centro, não surpreenderá se, mesmo com Lula fora, o confronto se repetir", diz o texto.

Neste cenário, a direita liberal, que promoveu o golpe de 2016 e que pariu Jair Bolsonaro, terá, mais uma vez, que decidir se opta pela social-democracia com inclusão social representada por Fernando Haddad ou se permanece abraçada ao fascismo.

meme - haddad - Bolsonaro - eleições

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email