Hipocrisia

Lula passou oito anos beneficiando-se da economia reformada que herdou de Fernando Henrique, ao mesmo tempo em que, para efeito de propaganda desonesta, demonizava as privatizações

Lisboa – O governo Lula privatizou estradas (sem obter resultados substantivos), bancos estaduais e, nem de leve, ameaçou desfazer qualquer das privatizações do período Fernando Henrique. Vale esclarecer, aliás, que Fernando Collor iniciou o processo, que Itamar Franco prosseguiu. Fernando Henrique modernizou a economia acabando com o mastodonte telefônico (para se conseguir uma linha era preciso ter amigo na política e telefone era tão caro que tinha de constar na declaração de Imposto de Renda dos “proprietários”) e permitindo que CSN, Vale, Embraer virassem gigantes exportadores.

São mais de 200 milhões de celulares movimentando a vida das pessoas. Foram bilhões e bilhões de dólares atraídos para uma economia antes fechada, pálida, incapaz de competir.

Mas Lula privatizou também. Não o critico por isso e sim, por exemplo, por ter sido incapaz de dar jeito nas estradas, mesmo transferindo muitas delas para mãos privadas. Critico-o por ter feito demagogia com pedágio, invalidando a necessária medida que se decidiu por tomar.

Agora, a Presidente Dilma Rousseff privatiza os aeroportos. Atitude correta. O estado brasileiro não tem como investir nesse setor na medida das necessidades que ele apresenta. Se as licitações forem corretas e competentes, poderão constituir-se em êxito econômico e administrativo.

Não a critico por estar privatizando aeroportos e sim pelo fato de haver hesitado demais em fazê-lo. A Copa do Mundo está às portas e as grandes unidades não ficariam prontas de não se tomasse a única atitude cabível e lógica.

Relembrando: Lula passou oito anos beneficiando-se da economia reformada que herdou de Fernando Henrique, ao mesmo tempo em que, para efeito de propaganda desonesta, demonizava as privatizações como se elas significassem crime de lesa-pátria. Não as desfez. Surfou a onda econômica para a qual elas em muito contribuíram. Não foi intelectualmente honesto para com os brasileiros.

Copiaram (ainda bem) a política econômica do adversário, embora a criticassem, deslavadamente, como se não a estivessem continuando. Denegriram as privatizações, enquanto eles próprios (felizmente) as mantinham e as ampliavam.

O nome disso é hipocrisia!

Arthur Virgílio é diplomata e foi líder do PSDB no Senado

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247