Ibope atribui 37% a Dilma, que venceria em 1º turno

Instituto mostra presidente com três pontos a menos do que na pesquisa anterior, mas ainda assim venceria eleição em primeiro turno; Dilma Rousseff apresentou 37% agora, contra 14% para Aécio Neves e 6% para Eduardo Campos; avaliação do governo obteve 34% de "ótimo" e "bom"; candidatos da oposição não subiram, à exceção de Aécio, com um ponto a mais; cenário com Marina Silva apontou 10% para a ex-ministra; antes, pesquisa Vox Populi mostrou 40% para Dilma; em ambos os levantamentos, presidente ganha eleição em primeiro turno; resistência à pressão parece ser maior do que a oposição gostaria

Instituto mostra presidente com três pontos a menos do que na pesquisa anterior, mas ainda assim venceria eleição em primeiro turno; Dilma Rousseff apresentou 37% agora, contra 14% para Aécio Neves e 6% para Eduardo Campos; avaliação do governo obteve 34% de "ótimo" e "bom"; candidatos da oposição não subiram, à exceção de Aécio, com um ponto a mais; cenário com Marina Silva apontou 10% para a ex-ministra; antes, pesquisa Vox Populi mostrou 40% para Dilma; em ambos os levantamentos, presidente ganha eleição em primeiro turno; resistência à pressão parece ser maior do que a oposição gostaria
Instituto mostra presidente com três pontos a menos do que na pesquisa anterior, mas ainda assim venceria eleição em primeiro turno; Dilma Rousseff apresentou 37% agora, contra 14% para Aécio Neves e 6% para Eduardo Campos; avaliação do governo obteve 34% de "ótimo" e "bom"; candidatos da oposição não subiram, à exceção de Aécio, com um ponto a mais; cenário com Marina Silva apontou 10% para a ex-ministra; antes, pesquisa Vox Populi mostrou 40% para Dilma; em ambos os levantamentos, presidente ganha eleição em primeiro turno; resistência à pressão parece ser maior do que a oposição gostaria (Foto: Sheila Lopes)

247 – Embora tenha perdido três pontos percentuais entre março e abril, a presidente Dilma Rousseff registra 37% das intenções de voto do eleitorado, revela pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira 17 pela TV Globo e portal G1. Com esse índice, a pré-candidata do PT à reeleição ganharia a eleição em primeiro turno em todos os dois cenários pesquisados. Na semana passada, pesquisa Vox Populi mostrou Dilma em primeiro lugar com 40% de intenções.

Dilma venceria com 37% nos dois cenários. No primeiro, o senador do PSDB Aécio Neves teria 14% dos votos, e o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB), 6%. No segundo, com Marina Silva, candidata a vice, no lugar de Campos, a ex-senadora teria 10% da preferência do eleitorado.

O primeiro cenário traz ainda 2% para o candidato do PSC, Pastor Everaldo, 1% para Denise Abreu, do PEN, e 1% para Randolfe Rodrigues, que disputará pelo PSOL. Eymael (PSDC), Levy Fidélix (PRTB), Mauro Iasi (PCB) e Eduardo Jorge (PV) não alcançaram 1%.

Os que disseram que votarão em branco ou nulo somaram 24% e os entrevistados que não sabem em quem votar ou não quiseram responder, 13%. A pesquisa ouviu 2.002 pessoas com mais de 16 anos em 140 municípios entre os dias 10 e 14 de abril.

Na semana passada, pesquisa Vox Populi mostrou Dilma estável, com 40% das intenções. Mesmo com a variação apontada pelo Ibope, de Carlos Augusto Montenegro, a candidatura da presidente está se mostrando mais forte do que as pressões desatadas até aqui pela oposição.

Desta vez o Ibope divulgou junto com a pesquisa de intenção de voto o levantamento sobre aprovação do governo. No mês passado, o instituto fez isso de maneira separada, ajudando a provocar duas ondas de agitação na Bolsa de Valores. O índice de “bom” e “ótimo” para classificar a gestão da presidente Dilma oscilou dentro da margem de erro, marcando 34% agora contra 36% no levantamento do mês passado. Em dezembro do ano passado, o mesmo índice era de 43%, segundo o instituto.

Em três cenários de disputa do segundo turno, Dilma vence três adversários definidos. Ela ganharia com 43% contra 22% de Aécio Neves. No hipótese de enfrentar Eduardo Campos, marcou 44% contra 17%. Diante de Marina Silva, o placar ficou em 41% a 25% para Dilma.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247