Ibope e Datafolha mostram crescimento de Dilma

Números das pesquisas Ibope e Datafolha divulgados no início da noite desta quarta-feira, 3, foram avaliados por integrantes da campanha da presidente Dilma Rousseff como uma reversão da tendência de queda de Dilma; o avanço da candidata Marina Silva também foi contido; mas o clima é de cautela no núcleo petista, por conta do desempenho de Marina no segundo turno, mesmo com a diferença reduzida em relação a Dilma; se nas próximas pesquisas houver a confirmação da retomada do crescimento de Dilma e se a candidatura de Marina estagnar, marketeiro João Santana terá mais liberdade para tomar decisões na campanha; realizações da presidente devem continuar a ser destacadas

www.brasil247.com - Números das pesquisas Ibope e Datafolha divulgados no início da noite desta quarta-feira, 3, foram avaliados por integrantes da campanha da presidente Dilma Rousseff como uma reversão da tendência de queda de Dilma; o avanço da candidata Marina Silva também foi contido; mas o clima é de cautela no núcleo petista, por conta do desempenho de Marina no segundo turno, mesmo com a diferença reduzida em relação a Dilma; se nas próximas pesquisas houver a confirmação da retomada do crescimento de Dilma e se a candidatura de Marina estagnar, marketeiro João Santana terá mais liberdade para tomar decisões na campanha; realizações da presidente devem continuar a ser destacadas
Números das pesquisas Ibope e Datafolha divulgados no início da noite desta quarta-feira, 3, foram avaliados por integrantes da campanha da presidente Dilma Rousseff como uma reversão da tendência de queda de Dilma; o avanço da candidata Marina Silva também foi contido; mas o clima é de cautela no núcleo petista, por conta do desempenho de Marina no segundo turno, mesmo com a diferença reduzida em relação a Dilma; se nas próximas pesquisas houver a confirmação da retomada do crescimento de Dilma e se a candidatura de Marina estagnar, marketeiro João Santana terá mais liberdade para tomar decisões na campanha; realizações da presidente devem continuar a ser destacadas (Foto: Aquiles Lins)


247 - Os números das pesquisas Ibope e Datafolha divulgados no início da noite desta quarta-feira, 3, foram recebido com alívio e cautela por integrantes da campanha à reeleição da presidente Dilma Rousseff, do PT. A avaliação no núcleo petista é que houve uma reversão da tendência de queda de Dilma e que o avanço de Marina foi contido. A campanha ainda aguarda novos levantamentos desses institutos para saber se há uma consolidação da recuperação de Dilma.

Segundo informação do jornalista Gerson Camarotti, o PT estaria dividido em relação à estratégia do marqueteiro João Santana, que decidiu apostar na desconstrução da candidatura Marina Silva, tentando apontar erros e fragilidades no discurso da adversária. Mas, se nas próximas pesquisas houver a confirmação da retomada do crescimento de Dilma e se a candidatura de Marina estagnar, João Santana terá mais liberdade para tomar decisões na campanha.

Ao mesmo tempo, segundo um coordenador da campanha petista, a ordem é manter a linha de dedicar boa parte do programa na televisão para mostrar ações do governo Dilma. Essa ação é apontada por petistas como fundamental para a melhora na avaliação do governo e para a redução da rejeição de Dilma.

Na pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira, a presidente Dilma apresentou crescimento de três pontos, de 34% para 37%. Marina Silva subiu quatro pontos, indo de 29% para 33%. O candidato do PSDB, Aécio Neves, registrou 15% das intenções de voto, uma queda de quatro pontos em comparação à mostra anterior, divulgada no dia 26 de agosto. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No levantamento divulgado pelo Datafolha, Dilma subiu um ponto, indo de 34% para 35%. Marina Silva vem colado atrás, mantendo os mesmo 34% da última pesquisa. Aécio Neves se consolida em terceiro, com 14%, um ponto a menos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email