Lula: PT precisa dialogar mais com a juventude

Nas eleições internas do Partido dos Trabalhadores, Lula compareceu ao diretório de São Bernardo do Campo (SP) ao lado do ministro Alexandre Padilha, candidato ao Palácio dos Bandeirantes; "A eleição do PT é para mostrar a força do PT e para garantir que o PT tenha uma direção consolidada e comprometida com o governo da presidente Dilma e com uma vontade política de eleger o próximo governador do estado de São Paulo", disse ele; ao falar com os jornalistas, defendeu renovação no discurso petista

www.brasil247.com - Lula vota no PED
Lula vota no PED (Foto: Roberta Namour)


247 – Ao chegar ao Diretório Nacional do PT para participar da eleição nacional do partido, neste domingo, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez uma autocritica à sigla.

"O desafio dos próximos dirigentes do PT é, além de renovar o partido, porque eu acho que o partido precisa fazer um discurso mais para a juventude, é importante a gente consolidar o processo eleitoral do próximo ano", disse.

Acompanhado do ministro Alexandre Padilha, o ex-presidente também afirmou que as eleições mostram a "força" do partido e a "vontade política" de acabar com 20 anos de PSDB em São Paulo.

"A eleição do PT é para mostrar a força do PT e para garantir que o PT tenha uma direção consolidada e comprometida com o governo da presidente Dilma e com uma vontade política de eleger o próximo governador do estado de São Paulo, porque acho que São Paulo merece uma oportunidade de ter um governo do PT para gente provar que São Paulo pode ser muito melhor", disse Lula.

Seis candidatos disputam o comando nacional da legenda, mas a expectativa é que Rui Falcão seja reeleito para comandar o PT na campanha para o segundo mandato de Dilma Rousseff para a Presidência da República.

Mais cedo, pelo Twitter, a presidente Dilma Rousseff confirmou sua participação na eleição e elogiou o partido:

"Tenho orgulho do PT, um partido nascido das lutas dos trabalhadores e que governa olhando para os mais pobres, os mais fracos, os mais necessitados. Assim foi no governo do pres. Lula. Assim é no meu", escreveu.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247