Manifestações de domingo atemorizam governo Bolsonaro

As manifestações em favor da democracia e contra o racismo que tomaram conta das ruas de várias cidades brasileiras neste domingo (7) acenderam o sinal de alerta no governo de Jair Bolsonaro, afirma o colunista da Globo Gerson Camarotti

(Foto: Isac Nóbrega/PR | Filipe Araujo)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - “As manifestações em favor da democracia e contra o racismo que tomaram conta das ruas de várias cidades brasileiras neste domingo (7) acenderam o sinal de alerta no governo de Jair Bolsonaro”, constatou o jornalista Gerson Camarotti em sua coluna no portal G1. 

“Nas últimas semanas, havia uma espécie de represamento de atos contra o governo diante da recomendação para que fossem evitadas aglomerações em meio à pandemia do novo coronavírus”, acrescentou ele. 

O jornalista também afirmou que “a escalada de uma pauta antidemocrática acabou promovendo a união de grupos diversos em defesa da democracia. E, mesmo com as restrições sanitárias por causa da pandemia, as manifestações do fim de semana mandaram um recado para o governo”.

“Neste domingo, o próprio presidente Jair Bolsonaro mudou de comportamento pela primeira vez e evitou comparecer à manifestação reduzida que chegou até a Praça dos Três Poderes. A postura foi vista como uma espécie de vacina para evitar comparações dos atos pró e contra o governo”, disse Camarotti. 

Segundo ele, “há ainda uma preocupação extra no governo: as manifestações contra o governo acontecem no momento em que atos antirracistas também ganham as ruas do mundo todo. Os protestos contra o racismo foram impulsionados pela morte de George Floyd, nos Estados Unidos.”

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247