Marco Feliciano diz que é vítima da imprensa

Alvo de protestos por atitudes homofóbicas e racistas, deputado do PSC e presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara afirmou, durante congresso evangélico em Santa Catarina, que suas declarações têm sido manipuladas na mídia

Marco Feliciano diz que é vítima da imprensa
Marco Feliciano diz que é vítima da imprensa (Foto: Ana WAP)

247 – Criticado diariamente por declarações e atitudes racistas e homofóbicas, o presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara, o deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP), declarou neste domingo que está sendo vitimizado pela imprensa, que segundo ele, tem manipulado suas falas.

Em Camboriú, Santa Catarina, onde participou de um congresso evangélico, o parlamentar disse já ter percebido que tudo o que fala, vende, e por isso pediu, ironicamente, uma salva de palmas aos jornalistas. "Vou deixar para falar o principal só hoje à noite. Todos vão ficar me esperando. O que eu vou falar vai mexer as estruturas do inferno", disse, sobre os repórteres.

É a sétima vez que Feliciano participa do Congresso Internacional de Missões, organizado pelos Gideões Missionários da Última Hora, onde é preferido do público e é defendido por uma multidão de simpatizantes. Segundo reportagem da Folha de S.Paulo, até policiais simpatizantes à religião se infiltraram entre os fiéis para defender o pastor, em caso de protestos.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247