Marina denuncia guerra política contra a Rede

Ex-senadora, que tenta lançar legenda para viabilizar sua candidatura presidencial em 2014, chama projeto que inibe a criação de partidos de processo casuístico: "A forma de continuar no poder é sufocando qualquer ideia nova", disse

Marina denuncia guerra política contra a Rede
Marina denuncia guerra política contra a Rede (Foto: Srgio Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Uma das principais prejudicadas pelo projeto que inibe a criação de partidos, a ex-senadora Marina Silva disse que há uma "guerra política" contra o partido que ela tenta montar para viabilizar sua candidatura presidencial em 2014.

"Acho que é claramente um processo casuístico", afirmou.

Marina ainda tenta recolher assinaturas necessárias para montar a Rede Sustentabilidade - sua legenda deve estar concluída até pelo menos um ano antes da eleição, ou seja, no início de outubro, para concorrer.

"Eles anteciparam as eleições e estão fazendo como uma prevenção contra qualquer coisa que possa sair do roteiro. E a forma de continuar no poder é sufocando qualquer ideia nova", disse a ex-senadora.

Segundo ela, a democracia acaba prejudicada. "Querendo prejudicar uma nova forma de expressão política, aí se comete esse tipo de atrocidade. É a ética de circunstância."

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247