Marina: País não pode seguir o caminho dos extremos

Candidata a Presidente, Marina Silva (Rede) disse que estava preocupada com o momento político que passa o País e que segue lutando para que a população escolha "um caminho justo, de paz e bom para todos"; “Vamos usar a liberdade que temos não para votar pelo medo, mas votar para melhorar, unir e pacificar o Brasil. É uma escolha dos brasileiros. O Brasil não pode cair nos extremos", afirmou

Marina: País não pode seguir o caminho dos extremos
Marina: País não pode seguir o caminho dos extremos
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Fazendo campanha em São Paulo, neste domingo, a candidata da coligação Rede-PV, Marina Silva, revelou que estava preocupada com o momento político difícil que passa o País, onde candidaturas de direita e de esquerda "flertam" com o autoritarismo.

"Vamos usar a liberdade que temos não para votar pelo medo, mas votar para melhorar, unir e pacificar o Brasil. Eu estou pronta para unir o Brasil e pacificar o Brasil. É uma escolha dos brasileiros. O Brasil não pode cair nos extremos", disse Marina, de acordo com reportagem de Mariana Holanda, no Estado de São Paulo.

Marina afirmou ainda que segue lutando para que a população escolha "um caminho justo, de paz e bom para todos". Marina lamentou que os extremos, nessa reta final da campanha, tentam impor sua visão de mundo e apelou para que o Brasil demonstre que não quer projetos autoritários, seja de um campo ou de outro.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247