MP decide recorrer da decisão que soltou Temer

De acordo com o Ministério Público Federal, a intenção é que os habeas corpus sejam julgados pela 1ª Turma, órgão colegiado do TRF-2. "A expectativa é recorrer para que os HCs [habeas corpus] sejam julgados pela 1ª Turma. A decisão de quando pautar os HCs cabe ao presidente da Turma", informou o MPF

MP decide recorrer da decisão que soltou Temer
MP decide recorrer da decisão que soltou Temer (Foto: Antonio Cruz / Agencia Brasil)

Sputinik – O Ministério Público Federal (MPF) publicou uma nota afirmando que irá recorrer da decisão que determinão a soltura do ex-presidente Michel Temer. Ele foi preso na última quinta-feira (21).

Após a decisão do desembargador Antonio Ivan Athié, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, o ex-presidente Michel Temer foi solto nesta segunda-feira (25) e chegou à sua casa em São Paulo por volta das 22h.

O Ministério Público declarou que irá recorrer da decisão que determinou a soltura de Michel Temer, do ex-ministro Moreira Franco e de outras seis pessoas.

De acordo com o Ministério Público Federal, a intenção é que os habeas corpus sejam julgados pela 1ª Turma, órgão colegiado do TRF-2.

"A expectativa é recorrer para que os HCs [habeas corpus] sejam julgados pela 1ª Turma. A decisão de quando pautar os HCs cabe ao presidente da Turma", informou o MPF.

O ex-presidente Michel Temer foi preso na semana passada em desdobramento da Operação Lava Jato. Ele é acusado de chefiar uma complexa organização criminosa de propinas que teria movimentado mais de R$1,8 bilhão.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247