"O presidente tem o jeito dele", diz o vice Mourão

Em entrevista, o vice contesta a postura de Jair Bolsonaro, que fala em 'gripezinha', mas afirma que não vai conseguir mudá-lo. "Ele tem 65 anos", afirma

Bolsonaro amplia isolamento e não conversa com Mourão sobre pandemia
Bolsonaro amplia isolamento e não conversa com Mourão sobre pandemia (Foto: Alessandro Dantas)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O vice-presidente Hamilton Mourão concedeu entrevista aos jornalistas Leandro Colon e Gustavo Uribe, publicada na Folha de S. Paulo, em que contesta a postura de Jair Bolsonaro, que minimiza o impacto do coronavírus sobre a saúde da população brasileira. "Ele [o vírus] é sério. O presidente, quando fala de gripezinha, é o linguajar dele. Busca passar certo grau de confiança para a população. Aí a turma fica com raiva e quer pular na jugular dele", disse Mourão.

"O presidente tem o jeito dele. Sou vice-presidente do Jair Bolsonaro. Ando na ala dele. Não estou aqui para dizer: 'Presidente, muda seu jeito de ser'. Não adianta. Ele tem 65 anos", disse ainda Mourão, que afirmou que falta coordenação entre governo federal, estados e prefeituras. Ele também disse que a postura do Brasil diante do vírus não pode ser "oito ou oitenta".

"Sobre a questão da briga do presidente com a mídia e da mídia com o presidente, já houve um momento em que deixou de haver a crítica, sinceramente. Às vezes, vejo jornalistas renomados falando, principalmente na televisão, com raiva. Pelo amor de Deus, não vamos ter raiva", pediu Mourão, que, em seguida, defendeu a imprensa. "A mídia está fazendo o papel dela e está informando", pontuou.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247