Obras de mobilidade de Marina custariam R$ 300 bi

Valor foi estimado por especialistas para cobrir a promessa da candidata Marina Silva de criar mil quilômetros de vias de Veículos Leves sobre Trilhos (VLTs), com corredores de ônibus integrados (BRTs) e outros 1.350 km de metrôs e trens semiurbanos; “De onde virá o dinheiro?”, questionou a presidente Dilma Rousseff, durante debate do SBT; Marina afirmou que os recursos virão do combate ao desperdício de gastos públicos e ao aumento da eficiência tributária

Valor foi estimado por especialistas para cobrir a promessa da candidata Marina Silva de criar mil quilômetros de vias de Veículos Leves sobre Trilhos (VLTs), com corredores de ônibus integrados (BRTs) e outros 1.350 km de metrôs e trens semiurbanos; “De onde virá o dinheiro?”, questionou a presidente Dilma Rousseff, durante debate do SBT; Marina afirmou que os recursos virão do combate ao desperdício de gastos públicos e ao aumento da eficiência tributária
Valor foi estimado por especialistas para cobrir a promessa da candidata Marina Silva de criar mil quilômetros de vias de Veículos Leves sobre Trilhos (VLTs), com corredores de ônibus integrados (BRTs) e outros 1.350 km de metrôs e trens semiurbanos; “De onde virá o dinheiro?”, questionou a presidente Dilma Rousseff, durante debate do SBT; Marina afirmou que os recursos virão do combate ao desperdício de gastos públicos e ao aumento da eficiência tributária (Foto: Roberta Namour)

247 – Se as promessas da candidata Marina Silva para mobilidade saíssem hoje do papel, elas custariam aos cofres públicos R$ 300 bilhões. É a estimativa feita por especialistas sobre o projeto de criar mil quilômetros de vias de Veículos Leves sobre Trilhos (VLTs), com corredores de ônibus integrados (BRTs) e outros 1.350 km de metrôs e trens semiurbanos. Ainda segundo o estudo do escritório Jaime Lerner Arquitetos Associados, as obras durariam de dois anos e meio (BRT) a nove anos (metrô). 

A título de comparação, de 2013 para cá, o investimento em mobilidade urbana subiu de R$ 8,1 bilhões para algo próximo de R$ 12,4 bilhões este ano. 

Durante o debate do SBT nesta segunda-feira, Marina foi confrontada pela presidente Dilma Rousseff: “De onde virá o dinheiro?”. O gasto das promessas da ex-senadora foi estimado pelo governo em R$ 140 bilhões. Dilma afirmou que o montante equivale a quase todo o gasto em saúde e educação.

Marina afirmou que os recursos virão do combate ao desperdício de gastos públicos e ao aumento da eficiência tributária.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247