Para 86%, democracia não é respeitada no Brasil, aponta Ipsos

O golpe de 2016 produziu resultados devastadores para a percepção dos brasileiros em relação à democracia; hoje, nada menos que 86% das pessoas avaliam que a democracia não é respeitada no País – um resultado previsível desde que um impeachment sem crime de responsabilidade afastou a presidente legítima Dilma Rousseff e permitiu que o poder fosse usurpado pelo vice Michel Temer, que a traiu; com Temer, a confiança na democracia e na classe política foi ao chão e a grande maioria (74%) hoje se diz contra o voto obrigatório; além disso, 94% avaliam que Temer e sua turma não representam os brasileiros

dilma temer
dilma temer (Foto: Leonardo Attuch)

247 – A democracia não é respeitada no Brasil e o País hoje é governado por usurpadores do poder.

Essas são as duas conclusões principais de uma pesquisa Ipsos publicada pelo jornal Estado de S. Paulo.

De acordo com o levantamento, nada menos que 86% avaliam que a democracia não é respeitada – resultado natural desde que a presidente legítima Dilma Rousseff foi afastada pelo vice Michel Temer que conspirou e a traiu.

Além disso, 94% avaliam que o grupo que está no poder – Temer e sua turma – não representa a sociedade.

"A onda de negativismo contamina a percepção sobre a própria democracia: só metade da população considera que esse é o melhor regime para o Brasil, e um terço afirma que não é. Quando os eleitores são questionados especificamente sobre o modelo brasileiro de democracia, a taxa de apoio é ainda mais baixa: 38% consideram que é o melhor regime, e 47% discordam. A pesquisa também mostra que 74% são contra o voto obrigatório", diz ainda a pesquisa.

Confira abaixo alguns resultados e aqui a pesquisa na íntegra:

 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247