Para barrar denúncia, Temer tem “maratona” de reuniões com 42 deputados

Além de abrir os cofres públicos, Michel Temer também vai escancarar as portas do Palácio do Planalto para dezenas de deputados, em mais uma manobra para tentar barrar a segunda denúncia da PGR na Câmara; segundo a agenda oficial do peemedebista; Temer receberá 42 parlamentares nesta terça; a mesma estratégia foi utilizada pelo governo às vésperas da primeira denúncia, que teve o andamento rejeitado pela Câmara; além de Temer, a PGR também denunciou os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral) por organização criminosa

Presidente Michel Temer durante cerimônia no Palácio do Planalto, em Brasília 12/07/2017 REUTERS/Adriano Machado
Presidente Michel Temer durante cerimônia no Palácio do Planalto, em Brasília 12/07/2017 REUTERS/Adriano Machado (Foto: Giuliana Miranda)

247 - Em mais uma manobra para barrar a segunda denúncia da PGR na Câmara, Michel Temer s reúne nesta terça-feira com nada menos do que 42 deputados.

Temer abre as portas do Palácio aos parlamentares em meio à expectativa da análise, pela Câmara, da denúncia apresentada pela Procuradoria Geral da República contra ele por obstrução de Justiça e organização criminosa. Além dele, a PGR também denunciou os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral) por organização criminosa.

Como se trata do ocupante da presidência da República, a acusação só poderá ser analisada pelo Supremo Tribunal Federal mediante autorização da Câmara. Na primeira denúncia contra Temer, por corrupção passiva, os deputados barraram o prosseguimento do caso para a Corte.
Segundo apurou o G1, a maratona de audiências com deputados faz parte da estratégia do governo para barrar o avanço desta nova denúncia contra Temer.

A mesma estratégia foi utilizada pelo governo às vésperas da primeira denúncia, que teve o andamento rejeitado pela Câmara.

A agenda oficial prevê 21 audiências nesta terça. Em algumas delas, os deputados serão recebidos individualmente. Em outras, haverá reunião com mais de um parlamentar ao mesmo tempo.

As informações são de reportagem de Guilherme Mazui no G1.

Conheça a TV 247

Mais de Poder

Ao vivo na TV 247 Youtube 247