Partidos se articulam para enfrentar centrão da Câmara

Um grupo de deputados se reuniu nesta segunda (20) para discutir estratégias de enfrentamento ao chamado "centrão" na disputa pelo mandato tampão da Câmara dos Deputados caso a cassação de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) seja confirmada pelo plenário; o encontro ocorreu na sala da Presidência da Casa e contou com Waldir Maranhão (PP-MA) como anfitrião. Participaram também o líder da minoria, José Guimarães (PT-CE), além de Júlio Delgado (PSB-MG), Silvio Costa (PTdoB-PE), e os deputados do DEM Rodrigo Maia (RJ) e Claudio Cajado (BA)

Um grupo de deputados se reuniu nesta segunda (20) para discutir estratégias de enfrentamento ao chamado "centrão" na disputa pelo mandato tampão da Câmara dos Deputados caso a cassação de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) seja confirmada pelo plenário; o encontro ocorreu na sala da Presidência da Casa e contou com Waldir Maranhão (PP-MA) como anfitrião. Participaram também o líder da minoria, José Guimarães (PT-CE), além de Júlio Delgado (PSB-MG), Silvio Costa (PTdoB-PE), e os deputados do DEM Rodrigo Maia (RJ) e Claudio Cajado (BA)
Um grupo de deputados se reuniu nesta segunda (20) para discutir estratégias de enfrentamento ao chamado "centrão" na disputa pelo mandato tampão da Câmara dos Deputados caso a cassação de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) seja confirmada pelo plenário; o encontro ocorreu na sala da Presidência da Casa e contou com Waldir Maranhão (PP-MA) como anfitrião. Participaram também o líder da minoria, José Guimarães (PT-CE), além de Júlio Delgado (PSB-MG), Silvio Costa (PTdoB-PE), e os deputados do DEM Rodrigo Maia (RJ) e Claudio Cajado (BA) (Foto: Valter Lima)

247 - Um grupo de deputados se reuniu nesta segunda-feira (20) para discutir estratégias de enfrentamento ao chamado "centrão" na disputa pelo mandato tampão da Câmara dos Deputados caso a cassação de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) seja confirmada pelo plenário.

O encontro ocorreu na sala da Presidência da Casa e contou com Waldir Maranhão (PP-MA) como anfitrião. Participaram também o líder da minoria, José Guimarães (PT-CE), além de Júlio Delgado (PSB-MG), Silvio Costa (PTdoB-PE), e os deputados do DEM Rodrigo Maia (RJ) e Claudio Cajado (BA).

Segundo Silvio Costa, a intenção do grupo, em primeiro lugar, é entrar em consenso sobre a estratégia interna. "Tem gente nossa que defende ter um candidato para marcar posição política. É uma tese. Eu acho que não [prospera]. A Casa está num momento tão complicado que talvez seja melhor essa tese não prosperar". Segundo ele, contudo, as conversas ainda são iniciais.

Para o deputado, o segundo ponto é enfrentar a "pseudo-hegemonia" do centrão. "Acham que o centrão vai unido nessa parada. E acham que a gente não vai tentar implodir o centrão também?".

O líder do DEM, deputado Pauderney Avelino (AM), confirmou as discussões com a oposição, mas afirmou que também aceitaria se unir ao centrão e ao PSDB, "contanto que não fosse para apoiar um candidato do Eduardo Cunha".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247