Pezão volta a lançar Paes à Presidência em 2018

Governador do Rio de Janeiro, Luiz Pezão defende protagonismo do PMDB nas próximas eleições e reforça o nome do prefeito Eduardo Paes: “Porque ele tem que ser presidente, tem que ter um cara igual a ele, vai sair da Olimpíada bem, com força, vai poder andar o Brasil todo, explicar o que fez aqui, Eduardo fez uma revolução nessa cidade, nessa gestão”; em entrevista ao Valor, ele também falou da crise fiscal no estado do Rio e propôs uma solução inusitada: fará escambo com devedores para honrar pagamentos 

Governador do Rio de Janeiro, Luiz Pezão defende protagonismo do PMDB nas próximas eleições e reforça o nome do prefeito Eduardo Paes: “Porque ele tem que ser presidente, tem que ter um cara igual a ele, vai sair da Olimpíada bem, com força, vai poder andar o Brasil todo, explicar o que fez aqui, Eduardo fez uma revolução nessa cidade, nessa gestão”; em entrevista ao Valor, ele também falou da crise fiscal no estado do Rio e propôs uma solução inusitada: fará escambo com devedores para honrar pagamentos 
Governador do Rio de Janeiro, Luiz Pezão defende protagonismo do PMDB nas próximas eleições e reforça o nome do prefeito Eduardo Paes: “Porque ele tem que ser presidente, tem que ter um cara igual a ele, vai sair da Olimpíada bem, com força, vai poder andar o Brasil todo, explicar o que fez aqui, Eduardo fez uma revolução nessa cidade, nessa gestão”; em entrevista ao Valor, ele também falou da crise fiscal no estado do Rio e propôs uma solução inusitada: fará escambo com devedores para honrar pagamentos  (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Aliado da presidente Dilma e do ex-presidente Lula, o governador do Rio de Janeiro, Luiz Pezão já defende um protagonismo maior do PMDB pela Presidência em 2018.

Em entrevista ao Valor, ele voltou a lançar o nome do prefeito do Rio, Eduardo Paes, para a corrida. “Porque ele tem que ser presidente, tem que ter um cara igual a ele, vai sair da Olimpíada bem, com força, vai poder andar o Brasil todo, explicar o que fez aqui, Eduardo fez uma revolução nessa cidade, nessa gestão”.

Ele também falou da crise fiscal no estado do Rio e propôs uma solução inusitada: fará escambo com devedores para honrar pagamentos: “Vamos virar os maiores mascates do Brasil", disse em referência ao seu secretário de Fazenda, Júlio Bueno.

O projeto de lei permite que devedores do Estado honrem pagamentos com seus produtos. Com a Petrobras, por exemplo, a ideia é receber parte dos valores em óleo diesel, gasolina, querosene. Pezão também pretende convencer credores a aceitar pagamentos com produtos. "Isso mantém a economia aquecida: com o asfalto que eles vão me dar eu vou fazer estrada, fazer parcerias com os prefeitos" (leia mais).

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247