Pizzolato comprou três imóveis no sul da Espanha

Investigações da polícia espanhola que ajudaram na prisão do ex-diretor do Bando do Brasil revelam aquisição de dois apartamentos de alto padrão em condomínio com vista para o Mediterrâneo; apenas um deles estaria avaliado entre R$ 1,5 e R$ 1,9 milhão; Pizzolato e sua mulher, porém, informaram residência provisória na Espanha em um terceiro imóvel, de padrão inferior; Fiat Punto comprado no país acabou por revelar o paradeiro do condenado na AP 470 no norte da Itália

Investigações da polícia espanhola que ajudaram na prisão do ex-diretor do Bando do Brasil revelam aquisição de dois apartamentos de alto padrão em condomínio com vista para o Mediterrâneo; apenas um deles estaria avaliado entre R$ 1,5 e R$ 1,9 milhão; Pizzolato e sua mulher, porém, informaram residência provisória na Espanha em um terceiro imóvel, de padrão inferior; Fiat Punto comprado no país acabou por revelar o paradeiro do condenado na AP 470 no norte da Itália
Investigações da polícia espanhola que ajudaram na prisão do ex-diretor do Bando do Brasil revelam aquisição de dois apartamentos de alto padrão em condomínio com vista para o Mediterrâneo; apenas um deles estaria avaliado entre R$ 1,5 e R$ 1,9 milhão; Pizzolato e sua mulher, porém, informaram residência provisória na Espanha em um terceiro imóvel, de padrão inferior; Fiat Punto comprado no país acabou por revelar o paradeiro do condenado na AP 470 no norte da Itália (Foto: Realle Palazzo-Martini)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Investigação da polícia espanhola descobriu que o ex-diretor do Banco do Brasil, Henrique Pizzolato, comprou três apartamentos na costa sul do país, dois deles de alto nível. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, apenas um dos imóveis estaria avaliado entre R$ 1,5 milhão e R$ 1,9 milhão. A reportagem não determina a data em que o negócio foi fechado.

A polícia ibérica não informou se os imóveis estão em nome Pizzolato ou de sua mulher, Andrea Eunice Haas. A investigação, porém, foi crucial para a localização do ex-diretor do Banco do Brasil em Maranello, no norte da Itália, onde o condenado da Ação Penal 470 foi preso em ação conjunta das polícias brasileira e italiana.

Segundo relatou à Folha Olga Lizana, chefe do grupo de localização de fugitivos da polícia espanhola, o rastreamento de bens adquiridos pelo casal identificou a compra de um Fiat Punto, veículo posteriormente localizado na porta da casa do sobrinho em que Pizzolato foi preso na Itália.

Os três imóveis que Pizzolato comprou na Espanha ficam na cidade de Benalmádena. Dois deles, no distrito de Torrequabrada, foram unidos em um só e ficam no condomínio de classe média-alta chama-se Urbanización Costa Quebrada. No alto de uma colina, têm vista para o Mediterrâneo. O condomínio é altamente vigiado por sistemas de segurança.

No cadastro de estrangeiros residentes na Espanha, porém, consta que o casal teria residência em um terceiro imóvel, de patamar inferior, sem qualquer vigilância. Ele fica em Ronda Del Gol, também no litoral. A reportagem da Folha relata que esteve no local por dois dias, mas não encontrou ninguém.

A polícia espanhola identificou que a mulher de Pizzolato esteve no Costa Quebrada 15 dias antes da prisão de Pizzolato em Maranello.

Caso queiram, as autoridades brasileiras podem requerer o rastreamento de outros possíveis bens do ex-diretor do BB na Espanha.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email