"PPS não tem perspectiva de candidatura de Serra"

Segundo o presidente nacional do PPS, Roberto Freire, a ideia do PPS ao convidar o ex-governador de São Paulo para seu projeto "é de que Serra possa vir a ser uma grande liderança no Sul e no Sudeste para ajudar a consolidação de Eduardo Campos"; deputado federal deixou claro sua preferência para 2014

"PPS não tem perspectiva de candidatura de Serra"
"PPS não tem perspectiva de candidatura de Serra"
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O presidente nacional do PPS, Roberto Freire, não nega ter convidado o ex-governador José Serra para mudar de partido, mas explica que isso não representa o oferecimento da legenda para que o tucano seja candidato à Presidência da República em 2014. Em entrevista ao portal iG, o deputado federal indicou que o PPS já trabalha com a possibilidade de um alinhamento com o projeto nacional do governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB).

"Nós no PPS não estamos imaginando uma candidatura Serra, não. O PPS não tem essa perspectiva. A ideia, ao contrário, é de que Serra possa vir a ser uma grande liderança no Sul e no Sudeste para ajudar a consolidação de Eduardo Campos", diz o deputado federal na entrevista, que aposta no distanciamento entre Campos e PT. "O PT trata Campos como um traidor. Eu digo sempre, Eduardo Campos é o governador de um Estado importante, é o presidente de um partido. Eduardo Campos não é moço de recado do PT", critica.

Na entrevista, Freire não poupa críticas ao governo petista e lembra o rompimento com o governo do PT, em 2003, primeiro ano de Lula. "Banqueiro ri à toa no governo do PT", diz, criticando a política federal de distribuição de renda: "O Brasil virou um país de bolsistas". Ele também questiona a popularidade dos presidentes petistas: "Tem popularidade? E daí? Maluf, por muito tempo teve em São Paulo. Precisamos acabar com essa ideia de que popularidade é o que resolve, porque Hitler, Mussolini e Médici, no Brasil, ditadores a rodo, tiveram popularidade", compara.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247