Presidenciáveis criticam gesto de arma feito por Bolsonaro com criança

Durante agenda em Goiânia, Bolsonaro incentivou uma criança a fazer o gesto de uma arma com as mãos, um dos símbolos de sua militância; Manuela D'Ávila disse que o Brasil que sonha é onde nenhuma criança seja exposta a violências, enquanto Guilherme Boulos classificou Bolsonaro como adversário do Brasil

Presidenciáveis criticam gesto de arma feito por Bolsonaro com criança
Presidenciáveis criticam gesto de arma feito por Bolsonaro com criança

Por William De Lucca - Pré-candidatos à presidência da República repudiaram o gesto de uma arma feita por Jair Bolsonaro (PSL) durante uma agenda pública em Goaiânia (GO). Em cima de um carro de som, o deputado federal pego na mão da criança e fez com que ela imitasse uma arma, gesto conhecido da militância do candidato de extrema-direita.

Para a pré-candidata Manuela D'Ávila (PCdoB), o gesto feito por Bolsonaro com a criança é violenta, e que o sorriso do candidato do PSL na foto é um deboche. "O inominável fez, na mão de um ser ainda tão indefeso, o gesto de uma arma. O Brasil que eu sonho viver é aquele em que nenhuma criança seja submetida a violências. Em que educação forme brasileirinhos para a paz. A imagem é tão violenta q o sorriso do inominável deve ser apenas um deboche", disse em sua conta no Twitter.

Já Marina Silva, pré-candidata da Rede à presidência, disse ter ficado estarrecida ao ver o gesto incentivado pelo deputado federal. "Como mãe e professora, fiquei estarrecida ao ver um candidato ensinar uma criança a fazer gesto de revólver com as mãos. As mãos de uma criança devem ser treinadas para pegar em lápis e caderno, e jamais em armas", criticou.

Guilherme Boulos, do PSOL, classificou o deputado carioca como um adversário do Brasil. "Bolsonaro em Goiânia pegou uma criança no colo e incentivou gesto simbólico de uma arma empunhada. Eu como pai sinto nojo e lamento uma pessoa dessa estar solta por aí destilando ódio. Bolsonaro não é um adversário eleitoral, é adversário do Brasil", disparou o socialista.

Conheça a TV 247

Mais de Poder

Ao vivo na TV 247 Youtube 247