"Programa de governo democrático se faz ouvindo a população, não em motociata ou em cima de jet ski", diz Alckmin

"É uma questão de lado e estamos do lado do povo e da democracia”, disse o pré-candidato a vice de Lula durante o lançamento das diretrizes do plano de governo PT-PSB

www.brasil247.com - Geraldo Alckmin
Geraldo Alckmin (Foto: Reprodução/Youtube)


247 - O ex-governador Geraldo Alckmin (PSB), pré-candidato a vice na chapa encabeçada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que as diretrizes do plano de governo da chapa PT-PSB, apresentadas nesta terça-feira (21), “foram feitas por muitos e muitas e será debatido por todos. Essa  é a maneira mais democrática de formular”.

“Não se faz um programa de governo democrático em cima de motociata ou de jet ski, mas ouvindo e dialogando com a população”, disse Alckmin em referência aos eventos promovidos por Jair Bolsonaro (PL). 

De acordo com o ex-governador, o programa de governo da chapa Lula-Alckmin visa reconstruir o país, que vem sendo alvo de um “verdadeiro desmanche” por parte do atual governo. "A palavra que mais se repete no programa é 'reconstrução', que é o mais necessário. Tivemos um verdadeiro desmanche do Estado em todas as áreas, um processo de quase destruição: saúde, educação, cultura, meio ambiente, direitos humanos, enfim, os direitos da cidadania”, afirmou. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Outra palavra que se repete corretamente é ‘esperança’. Esperança da população. Há uma expectativa enorme, uma grande esperança com o caminhar desta campanha cívica. A outra é compromisso, não tem promessa, mas tem compromisso. O primeiro compromisso que Lula tem destacado é com aqueles que mais necessitam”, completou. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nesta linha, Alckmin disse que um dos principais objetivos do programa é criar uma “economia inclusiva”. O crescimento da economia "não pode ser apenas no mérito'', no PIB [Produto Interno Bruto]. "O crescimento tem que ser inclusivo, que você cresça, mas que distribua renda, melhore o salário, incorpore instrumentos tributários que permitam mais justiça social, um crescimento com estabilidade”, destacou. “A inflação não é socialmente neutra, atinge socialmente os mais pobres que não tem como se proteger”, emendou. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“O valor maior que nos une é a democracia. As pessoas passam, as instituições ficam. Precisamos ter boas instituições. É uma questão de lado e estamos do lado do povo e da democracia”, assegurou. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email