PSDB quer ouvir Guido e Miriam por 'manobra fiscal'

Depois de o senador Alvaro Dias (PSDB-PR) sugerir a convocação do ministro Guido Mantega para explicar "manobras contábeis" de R$ 200 bilhões para o cumprimento da meta fiscal em 2012, o líder tucano na Câmara, Bruno Araújo (PE), anunciou que o partido protocola nesta semana um requerimento de convocação dos ministros da Fazenda e do Planejamento, Miriam Belchior. E os tucanos querem explicações antes mesmo do fim do recesso parlamentar

PSDB quer ouvir Guido e Miriam por 'manobra fiscal'
PSDB quer ouvir Guido e Miriam por 'manobra fiscal'
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247- Consolidando a nova agenda da oposição, o PSDB vai protocolar na Câmara um requerimento de convocação dos ministros da Fazenda, Guido Mantega, e do Planejamento, Miriam Belchior, para que prestem explicações sobre uso de "manobras contábeis" para o cumprimento da meta fiscal em 2012 na Comissão Representativa do Congresso -- ou seja, antes mesmo do fim do recesso, em fevereiro. Mais cedo, o senador Alvaro Dias (PSDB-PR) havia sugerido a convocação de Mantega para que ele explicasse a tal "maquiagem" na Câmara e no Senado.

A assessoria do PSDB informou que o documento deve ser apresentado até a quarta-feira. Os tucanos querem que os ministros comentem as medidas adotadas para aumentar receitas e cumprir a meta de superavit. O partido aponta ainda que as despesas que os restos a pagar são estimados em R$ 200 bilhões neste ano, um valor é dez vezes maior do que em relação a 2002.

Líder do partido na Câmara, Bruno Araújo (PE) disse que o assunto é urgente, pois configura uma "alteração na política econômica com graves riscos para o país". "Essas manobras podem ter reflexos altamente nocivos para o país e, além disso, revelam que as contas públicas estão se deteriorando", analisou. "O governo precisa ser mais transparente e dar explicações ao Congresso sobre o que está ocorrendo", completa, em nota divulgada nesta segunda-feira.

Araújo defende que os ministros sejam convocados pela Comissão Representativa, grupo de nove senadores e 19 deputados que representa o Parlamento durante o recesso, já que os trabalhos no Legislativo federal só voltam em fevereiro. Além da tal "maquiagem fiscal", o PSDB quer que Miriam Belchior esclareça aos parlamentares o atraso de obras e investimentos em infraestrutura.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email