PT vai lutar pelo seu espaço na Câmara, diz líder

Em vídeo, deputado Carlos Zarattini (PT-SP) afirma que "não se tratam de cargos apenas", mas do "respeito à democracia" e do "respeito ao voto", uma vez que os "brasileiros deram ao PT a segunda maior bancada da Casa"; parlamentar fala em "restabelecer a democracia" na Casa e "dar fim aos métodos de Eduardo Cunha", além de lutar para combater medidas do governo Temer como a Reforma da Previdência e a Reforma Trabalhista; assista

Carlos Zarattini 
Carlos Zarattini  (Foto: Gisele Federicce)

247 – O deputado Carlos Zarattini (PT-SP), líder do PT na Câmara, gravou um vídeo nesta quarta-feira 11 em que afirma que "o PT decidiu que vai disputar o seu espaço na Câmara dos Deputados".

O parlamentar se refere à eleição para presidente da Câmara e da Mesa Diretora da Casa. Nesta terça, ele participou do lançamento da candidatura do deputado Jovair Arantes (PTB-GO), abrindo espaço para iniciar as negociações para apoiar o candidato. "O PT vai estar sempre aberto a discutir", afirmou em seu discurso.

No vídeo, ele diz que a disputa a que pretende o PT "não é meramente um espaço de cargos, é o respeito à democracia, o respeito ao voto, respeito ao voto de milhões de brasileiros que votaram no PT e deram ao PT a segunda maior bancada da Casa". "É uma exigência institucional, democrática, não se tratam de cargos apenas", reforça.

 

Como ontem, ele falou em realizar um "debate de forma leal". "Estamos discutindo com todos os candidatos a presidente, com todos os partidos políticos, porque a afirmação da presença do PT na Mesa da Câmara, no espaço que nos cabe, é importantíssima para valermos valer a democracia".

Com o fortalecimento do PT na Câmara, o deputado paulista fala em "restabelecer a democracia aqui na Casa e dar um fim àqueles métodos que foram impostos por Eduardo Cunha, que não respeitava o regimento, pisoteava a democracia". Além disso, o partido pretende lugar contra propostas do governo Temer como a Reforma da Previdência e a Reforma Trabalhista.

Líder da oposição no Congresso, o deputado Afonso Florence (PT-BA) negou nesta terça que haja pressão por parte do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), pelo apoio do PT à sua candidatura à reeleição e afirmou que o PT apoiará o deputado André Figueiredo (PDT-CE).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247